Siga as Redes Sociais

Piauí

Câmara de Teresina discute volta dos manicômios e eletrochoques

A vereadora Graça Amorim reuniu entidades em saúde para discutir mudanças na política de saúde mental do país.

Publicado

em

A Câmara Municipal de Teresina realizou na segunda-feira (18), uma audiência que tratou sobre a mudança na política de saúde mental proposta pelo Governo Federal que, através de nota técnica do Ministério da Saúde (MS), propõe a volta dos manicômios, compra de equipamentos de eletrochoque e internações psiquiátricas de crianças e adolescentes.

Segundo a vereadora Graça Amorim (PMB), a audiência foi uma solicitação das entidades em saúde do Piauí, que, preocupadas com a edição da nota técnica do MS, querem abrir um debate sobre essas novas propostas para política de saúde mental no país.

“Especialistas em saúde consideram a nota um retrocesso. Isso em face dos avanços que já existem na medicina, na psicologia e na psiquiatria, como o tratamento através dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Sabemos que existem casos que precisam de internação, mas não de forma generalizada como está sendo prevista pela nova política do Governo Federal”, disse a vereadora Graça Amorim.

Para o presidente do Conselho Regional de Psicologia (CRP), Eduardo Moita, a questão da saúde mental vem sendo discutida no mundo inteiro e precisa ser inclusiva. Segundo ele, existem estudos que mostram que as pessoas que passam pela inclusão social melhoram a sua condição mental.

“Enxergamos essa nota técnica como um retrocesso. A questão da volta dos manicômios é preocupante, gera um desarranjo social e uma negatividade muito grande. É a volta de um modelo que foi extinto e causa uma preocupação enorme para nós que trabalhamos com saúde mental. O modelo de CAPS do Brasil foi copiado pela Itália, ele é muito bom, é um modelo que deu certo. Porém, houve um sucateamento, com falta de verbas, e por isso ele não funciona bem. Os CAPS estão com recursos financeiros diminutos”, disse Eduardo Moita.

O coordenador da Associação Piauiense de Familiares e Usuários de Drogas e Álcool (HOMO LOBUS), Mayron Emanuel de Sousa Garcia, considera que a proposta da nota técnica para o tratamento dos dependentes químicos com a volta dos manicômios não funciona.

“Todos os usuários de álcool e outras drogas têm o direito de fazer seu tratamento e depois voltar para casa e serem inseridos na sociedade. Ter uma vida normal como qualquer outra pessoa. O dependente químico precisa muito da presença de profissionais de saúde perto dele, porque são eles que o fazem reconhecer sua doença e diagnosticam o seu humor e a sua vida. O afastamento social não funciona, é um absurdo”, afirma Mayron Eduardo.

A audiência contou com a presença de autoridades de saúde nos âmbitos estadual e municipal, comunidades terapêuticas, Conselho Municipal de Saúde (CMS), vereadora Pollyana Rocha (PV), vereadora Cida Santiago (PSD), vereador Luís Lobão (MDB), e usuários dos CAPS de Teresina e União, Norte do Piauí.

Fonte: CMT

Comente

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Famosos

Luciano Szafir recebe alta após mais de um mês internado em hospital do Rio com Covid-19

Publicado

em

O ator e apresentador Luciano Szafir, de 52 anos, recebeu alta neste sábado (24) após ficar um mês no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Ele foi internado por complicações causadas pela Covid-19 em 22 de junho. 

A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital. 

Em nota, a Szafir e a família agradeceram pelo “carinho e energia positiva do público e da imprensa”. 

O ator foi internado no dia 22 de junho no Hospital Samaritano, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste, com uma reinfecção pelo coronavírus e depois foi transferido para o Copa Star. Ele foi acompanhado pelo médico João Pantoja, diretor-geral da unidade. 

Na segunda (19), Szafir deixou a unidade de terapia intensiva (UTI) e foi transferido para um quarto.

Fonte: G1

Continue Lendo

Piauí

FMS realiza quatro dias seguidos de drive thru da segunda dose da vacina contra a Covid

Publicado

em

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) inicia neste domingo (25) e prossegue até a próxima quarta-feira (28), por quatro dias seguidos (25, 26, 27 e 28) drive thru de segunda dose da vacina contra a Covid-19. Neste domingo (25) é para quem recebeu a primeira dose dia 02/05 e estava com 63 anos ou mais. Serão 10 pontos de aplicação da vacina do laboratório Astrazeneca.

Na segunda-feira (26) é para quem recebeu a primeira dose dia 03/05 e estava com 62 anos ou mais. Na terça-feira (27) para os vacinados com primeira dose dia 04/05 e estavam com 61 anos ou mais e na quarta-feira (28) para quem recebeu a primeira dose dia 05/05 e estavam com 60 anos ou mais.

Para evitar aglomeração e congestionamento, a logística no drive deste domingo ( 25) será a mesma adotada nos drives anteriores: pela manhã (9h às 13h) serão priorizadas as mulheres, no turno da tarde (13h às 17h) o foco será nos homens.

Os locais serão os seguintes: 

– ADUFPI – Av. Universitária, 391 – Ininga

– Centro Universitário Santo Agostinho – zona Sul

– Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU – Norte) – Santa Maria da Codipi

– Teresina Shopping

– Terminal Parque Piauí

– Terminal Livramento

– Terminal Zoobotânico

– Terminal Itararé

– Terminal Buenos Aires

– Terminal Bela Vista

Os locais de drive thru dos dias 26, 27 e 28 são os seguintes:

– Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Campus Pirajá

– ADUFPI – Av. Universitária, 391 – Ininga

– Centro Universitário Santo Agostinho – zona Sul

– Centro de Artes e Esportes Unificados Vieira Toranga (CEU – Norte) – Santa Maria da Codipi

– Teresina Shopping

– Terminal Parque Piauí

– Terminal Livramento

– Terminal Zoobotânico

– Terminal Itararé

– Terminal Buenos Aires

– Terminal Bela Vista

A coordenadora da campanha de vacinação, Emanuelle Dias, informa sobre a documentação a ser apresentada. “No momento da vacinação, devem ser apresentados um documento de identificação com foto e data de nascimento, CPF ou Cartão Nacional do SUS, comprovante de endereço no município de Teresina e o cartão de vacina para comprovar a primeira dose e a data do agendamento dessa segunda dose”, diz a coordenadora.

O presidente da FMS, Gilberto Albuquerque, analisa que os dados de redução de óbito pela Covid em Teresina é um reflexo da vacinação e do atendimento médico. “A semana passada teve redução de 35% dos óbitos e 18% das internações por Covid-19 e avaliamos que a vacina tem sido o principal fator para essas reduções”, analisa.

Continue Lendo

Piauí

Alça da Ponte Juscelino Kubitschek é interditada para obras de drenagem

Publicado

em

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) interditou o tráfego na alça da Ponte Juscelino Kubitschek (JK), na descida que dá acesso a avenida Raul Lopes, na zona Leste da cidade. A interdição iniciou neste sábado (24), e a previsão é que as obras sejam concluídas em até 10 dias.

Os serviços fazem parte das obras de drenagem do canto da galeria, para fazer o escoamento da água para ser jogada no ponto de preservação ambiental e nas margens do rio, por conta de alagamento que está ocorrendo no trecho.

A Strans está dando apoio na organização do fluxo de veículos no trecho interditado que compete ao município, na descida da alça da ponte JK que dá acesso a avenida Raul Lopes. Os agentes estarão no local para orientar os condutores.

Por conta da interdição do tráfego no local, haverá desvio de rota das linhas de ônibus que circulam no trecho.

As obras estão sendo executadas pela Superintendência das Ações Descentralizadas Leste (SAAD-Leste), através empresa E.D. Gestão Ambiental responsável pelo serviço.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat