Siga as Redes Sociais

Piauí

Deputado questiona demora na administração da cloroquina a empresário que morreu de Covid-19

Em áudio enviado à família, Oderman Bittencourt, afirmou que se não tomasse a medicação ‘morreria ali’. Sesapi emitiu nota explicando o caso.

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Em um áudio que circula pelas redes sociais é possível sentir o desespero do empresário da Delta Laticínios, Oderman Bittencourt, que pede à esposa para que entre em contato com algumas pessoas, citando inclusive, o nome do Secretário de Saúde, Florentino Neto, para que fossem administradas doses do medicamento cloroquina a ele, se não “morreria ali”.

A família chegou a negar a autoria do áudio, mas, em seguida, confirmou que a mensagem foi enviada pelo empresário. Ouça o áudio!

O deputado João Madison (MDB), que é ligado a área do agronegócio no estado conhecia o Oderman Bittencourt, questionou o porque o medicamento não foi administrado no momento em que ele pediu.

“Ele era da bacia leiteira e tinha um trabalho muito forte, e hoje muitas pessoas correm risco de ficar sem emprego com a morte. Quando ele chegou ao hospital, ele pediu para tomar esse remédio e mandou o áudio para esposa dele, pedindo para que dessem o remédio a ele, porque o exame dele só chegaria na sexta (27), como chegou. Só que aí, ele disse que não aguentava mais. Mas ele informou que o médico disse que não poderia dar o medicamento a ele, que esperasse um pouco mais. Então o que eu questiono é porque não deram esse remédio, sendo que tem em estoque. Na Índia, por exemplo, todos tomam a mesma medicação. O paciente chega com sintomas e já é medicado. Então, eu não entendo o porquê dessa demora para administrar essa medicação, já que ele é um paciente que estava entre o grupo de risco, tinha diabetes, entre outras coisas. Depois ele tomou, mas já estava em uma situação irreversível. Se tivesse tomado antes, acredito que poderia ter mais chances de salvar”, disse o deputado.

Após ampla circulação do áudio, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) divulgou nota informando que o paciente fez o pedido do medicamento no dia 24 de março, no entanto, quando deu entrada com um quadro de dispnéia, porém sem sinais de gravidade. No dia 25, o empresário foi reavaliado e apresentou uma piora no quadro clínico, sendo levado para a UTI do hospital com todos os cuidados intensivos necessários, incluindo o uso do esquema com cloroquina. A confirmação do teste para coronavírus saiu no dia 27.

Segundo a secretaria, mesmo com a administração do medicamento, Oderman não apresentou melhora e faleceu no dia 30 de março. Ele tinha histórico de hipertensão e tinha obesidade. Leia a nota completa!

O paciente Oderman Bittencourt foi atendido pela primeira vez na unidade de saúde no sábado (20/03), mas o mesmo não tinha indicação clínica e nem tinha interesse em permanecer no ambiente hospitalar.

Na tarde de terça-feira (24/03) foi atendido novamente no hospital, com queixa de falta de ar (dispnéia), porém sem sinais de gravidade ou instabilidade clínica (pressão, pulsos e oximetria normais) sendo então internado com todas as medidas clínicas cabíveis aos pacientes sintomáticos respiratórios com investigação de SRAG.

No dia (25/03) o paciente foi reavaliado pela médica assistente que detectou piora do padrão respiratório e solicitou avaliação do médico intensivista que prontamente admitiu o paciente na UTI do Hospital com todos os cuidados intensivos necessários, incluindo o uso do esquema com cloroquina.

Coronavirus no Piauí

Segundo relatório divulgado pela Sesapi, o Piauí se manteve com 18 casos confirmados e 4 mortes. 406 pacientes testaram negativo para Covid-19, de acordo com os exames feitos no Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí (Lacen) e 254 que aguardam resultados de exames.  Apesar dos resultados, o Piauí é considerado o estado com maior letalidade para a doença.

O estado ainda está na lista como o 5° do país com maior número de mortes por coronavírus, segundo dados do Ministério da Saúde, ficando atrás aoenas de São Paulo (136), Rio de Janeiro (23), Ceará (7) e Pernambuco (5).

Piauí

Covid-19 mata 38 pessoas em 24 horas no Piauí

Avatar

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) divulgou nesta sexta-feira (16), que o estado do Piauí registrou em 24h, 38 óbitos e 1.007 casos de COVID-19. Conforme a Sesapi, 437 pessoas estão internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Vinte e três homens e quinze mulheres não resistiram às complicações da Covid-19. Elas eram de Anísio de Abreu (66 anos), Caracol (88 anos), Campo Maior (49 e 84 anos), Cristalandia do Piauí (56 anos),Curral Novo do Piauí (83 anos), Floriano (78 anos),  José de Freitas ( 79 anos), Luis Correia (89 anos), Parnaíba (72 anos), Piracuruca ( 62 anos), Piripiri (52 e 89 anos) e Teresina ( 76 e 83 anos). 

Os do sexo masculino eram naturais de Barras (67 e 77 anos), Batalha (69 anos), Beneditinos (95 anos), Campo Maior (67 e 74 anos), José de Freitas (52 anos), Júlio Borges (52 anos), Morro Cabeça no Tempo (63 anos), Parnaíba (74 e 89 anos), Pedro II (66 anos), Picos (45 anos),Piripiri (72, dois de 75 anos, 78 e 82 anos), São João do Piauí (81 anos),Teresina (52, 54 e 73 anos) e União (66 anos). Doze vítimas não possuíam comorbidades.

Os casos confirmados no estado somam 225.796 distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 4.731 e foram registrados em 219 municípios.

Dos leitos existentes na rede de saúde do Piauí para atendimento à Covid-19, há  1.360 ocupados, sendo 877 leitos clínicos, 437 UTIs e 46 em leitos de estabilização.

Continue Lendo

Piauí

Após dois meses internado, jornalista Carlos Mesquita recebe alta do HU

Avatar

Publicado

em

O jornalista Carlos Mesquita, correspondente de Parnaíba da Rede Meio Norte, recebeu alta nesta sexta-feira (16) do Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI) após dois meses de internação.

Mesquita iniciou uma infecção na região da boca após a retirada de um dente e foi internado no Hospital Regional Dirceu Arcoverde (HEDA), em Parnaíba, com o agravamento do quadro, o jornalista precisou ser transferido para o HU, onde foi internado no dia 03 de fevereiro com infecção generalizada.

O correspondente de Parnaíba deu entrada na unidade de saúde em estado grave com diagnóstico de sepse por fasceíte necrotizante na face, pescoço e tórax, associada à gangrena gasosa, secundária a abscesso dentário, por conta de complicações da extração dentária.

Na saída do hospital, Mesquita agradeceu à equipe do HU. “O HU para mim é um lugar abençoado,  todos se dedicaram a salvar minha vida. Sou muito grato a todos os profissionais”, declarou.

Continue Lendo

Piauí

Mais 87 mil doses de vacina contra Covid-19 chegam ao PI

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) recebeu nesta sexta-feira (16/04), mais 87 mil doses de vacinas contra a Covid-19, sendo 34 mil doses da Coronavac e 53 mil Astrazeneca. As doses serão usadas para imunizar o público de 60 a 64 anos; de 65 a 69 anos; trabalhadores de saúde e Forças de Segurança.

As 53 mil doses da Astrazeneca serão utilizadas para a primeira dose de 46% das pessoas de 65 a 69 anos; primeira dose de 0,5% dos idosos de 60 a 64 anos. Com as 34 mil doses da Coronavac, o Piauí vai aplicar a segunda dose em 2% dos trabalhadores da saúde; segunda dose de 23% do público de 65 a 69 anos; primeira dose de 3% dos trabalhadores da saúde; primeira dose de 6% dos trabalhadores das Forças Armadas e Segurança e primeira dose de 1,9% das pessoas de 60 a 64 anos.

Segundo o Secretário de Saúde, Florentino Neto, a chegada desse novo lote de vacinas traz mais esperança para a população. “Mas não devemos relaxar nos cuidados porque seguir os protocolos salva vidas”, diz o gestor. O governador Wellington Dias chama a atenção das pessoas que estão na vez de serem imunizadas. “Tomem a vacina porque é a nossa melhor chance de sair dessa pandemia”, afirma o governador.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat