Siga as Redes Sociais

Piauí

Paes Landim lamenta falecimento do deputado Assis Carvalho

Avatar

Publicado

em


O suplente de deputado federal, Paes Landim (PTB), lamentou a morte do deputado federal, Assis Carvalho, por meio de uma nota de pesar. Conforme Paes Landim, Assis Carvalho era um “líder atuante, admirado por sua lealdade, e fez história no parlamento”.

Além disso, ainda enalteceu as qualidades de Assis Carvalho, com amigo, principalmente do governador Wellington Dias. “Era um amigo leal do Govenador Wellington Dias, um grande aliado de seu Governo e presidiu com competência o Partido dos Trabalhadores”, lamentou.

Nota de pesar

Consternado, lamento o falecimento do deputado Assis Caralho.

Líder atuante, admirado por sua lealdade, fez história no parlamento.

Batalhador incansável, muito contribuiu para as causas de interesse do Piauí.

Era um amigo leal do Govenador Wellington Dias, um grande aliado de seu Governo e presidiu com competência o Partido dos Trabalhadores.

Expresso minha solidariedade à sua família, aos seus amigos e a todos os que admiravam o seu trabalho em favor do Piauí.

Paes Landim
5.7.2020

Piauí

Teresina registra mais sete óbitos e 456 novos casos de Covid-19

Avatar

Publicado

em

Teresina registrou mais 456 novos casos e sete óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo dados divulgados nesta sexta-feira, dia 14, pelo Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública (COE) da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a capital contabiliza 21.674 casos confirmados e 824 óbitos pelo novo Coronavírus.

Os novos óbitos notificados ocorreram nos dias 12, 13 e 14 de agosto. Entre os óbitos confirmados, quatro eram do sexo masculino e três do sexo feminino. Apenas dois pacientes não apresentavam comorbidades. Os demais tinham doenças como obesidade, neoplasia, doença renal, doença cardíaca e hipertensão arterial. Os pacientes tinham entre 50 e 87 anos.

A Prefeitura de Teresina está acompanhando, através de pesquisas, a evolução da Covid-19 na capital. De acordo com os dados da 17ª Pesquisa de Investigação Sorológica, realizada entre 07 a 09 de agosto, a cidade possui 11.502 pessoas com o vírus ativo e na fase de transmissão do Coronavírus. O R-zero, que é taxa de transmissibilidade da doença, também aumentou, e após três semanas seguidas com tendência de queda, nesta semana chegou a 1,09.

Após análise desses indicadores e recomendação do Centro de Operações de Emergência (COE), o prefeito Firmino Filho assinou um novo decreto determinando a continuidade das restrições para o funcionamento das atividades econômicas nos próximos dois finais de semana (15 e 16 de agosto, e 22 e 23 de agosto). “É importante ressaltar que a doença não desapareceu, então precisamos ter muita precaução e continuar com os cuidados, especialmente porque estamos na fase de transição, reabrindo as atividades econômicas”, lembra o prefeito.

Continue Lendo

Piauí

Incêndio destrói sede da distribuidora JSB em Teresina

Avatar

Publicado

em

Na noite dessa sexta-feira (14), um incêndio destruiu a sede da distribuidora JBS, localizada na BR-316 na zona sul de Teresina. No momento do acidente, a sede estava fechada e não houve registro de feridos, mas as chamas assustaram os moradores da região.

Segundo o Corpo de Bombeiros, ainda na manhã desse sábado (15) equipes dos bombeiros estão no local realizando o trabalho de rescaldo para evitar focos de chamas. Ainda não se sabe o que pode ter provocado o incêndio. O local passará por uma perícia e será investigado o motivo do acidente. O incêndio foi contido e evitou que as chamas atingissem as casas vizinhas.

JBS é uma distribuidora de produtos alimentícios.

Veja o vídeo!

Continue Lendo

Justiça

Gilmar Mendes, do STF, livra Fabrício Queiroz da cadeia e lhe devolve benefício de prisão domiciliar

Avatar

Publicado

em

O retorno do policial aposentado Fabrício Queiroz para a cadeia estava previsto para ocorrer neste fim de semana. Às 18h11 desta sexta-feira, o desembargador Milton Fernandes de Souza, do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ), determinou a expedição de dois mandados de prisão, um para o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro e outro para sua mulher, Márcia Aguiar. Menos de cinco horas depois, contudo, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes acatou um pedido de habeas corpus , o que permite a Queiroz e sua mulher seguir em prisão preventiva domiciliar.

“Com vênias ao entendimento esboçado no decreto prisional, (…) não é possível chegar à conclusão de que o paciente ‘poderia ameaçar testemunhas e outros investigados e obstaculizar a apuração dos fatos”, diz Mendes em sua decisão, questionando os motivos alegados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e acatados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) para prender preventivamente Queiroz. “A decisão atacada”, segue o ministro do STF, “parece padecer de ilegalidade por não ter sopesado se, no caso concreto, outras medidas cautelares diversas da prisão não seriam menos invasivas e até mesmo mais adequadas para garantir a regularidade da instrução penal”. Mendes destaca ainda “o grave quadro de saúde do paciente que deve ser compreendido dentro de um contexto de crise de saúde que afeta fortemente o sistema prisional”.

Queiroz foi preso em junho e recebeu o benefício da prisão domiciliar menos de um mês depois. Sua presença cada vez mais constante no noticiário é motivo de constrangimento para o presidente Jair Bolsonaro e sua família, já que o policial aposentado é tido como o faz-tudo do clã presidencial, e seria o elo para a associação do mandatário e de seus filhos com ilícitos cometidos durante o mandato de Flávio Bolsonaro como deputado estadual no Rio de Janeiro. Os promotores do Rio suspeitam que Flávio, entre outros deputados da Alerj, embolsava parte do salário de seus funcionários, a famigerada rachadinha. As suspeitas se escoram em depósitos bancários feitos inclusive para a conta da primeira-dama Michelle Bolsonaro, e têm exigido do filho senador do presidente explicações sobre a compra de diversos imóveis.

Os Bolsonaro alegam não manter mais relações com Queiroz, mas o policial aposentado foi detido em junho em um imóvel de Frederick Wassef, advogado do presidente, em Atibaia, no interior de São Paulo. O incômodo causado pelo caso à família Bolsonaro é evidente, e ficou claro na mudança de comportamento do mandatário nas últimas semanas. Desde sua prisão, as especulações sobre um acordo de delação não param de circular. A possibilidade de Queiroz seguir em casa, sem as restrições impostas pela cadeira, é, portanto, um alívio para Bolsonaro e seus filhos.

Ao suspender a ordem de prisão, Gilmar Mendes delimitou as medidas cautelares que considera justas a Queiroz e sua mulher. Os dois devem permanecer em endereço informado ao juiz de primeira instância e só podem se afastar do local após autorizados. Além disso, serão monitorados por tornozeleiras eletrônicas e estão proibidos de “contato telefônico, pessoal ou por qualquer meio eletrônico e de transmissão de dados com as testemunhas e corréus, até o encerramento da instrução criminal”. Por último, ficam proibidos de sair do país sem ter uma autorização judicial, e devem entregar os passaportes às autoridades em um prazo de cinco dias.

Fonte: Rodolfo Borges – El País

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat