Siga as Redes Sociais

Piauí

Barragem com risco de rompimento pode inundar cidade do PI

O governador do estado, Wellington Dias (PT), falou do perigo como um boato, ou ‘fake news’.

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A barragem de um açude com 54,6 milhões de m³ de água corre “risco iminente” de romper, colocando em perigo a vida dos 62 mil habitantes da cidade de Piripiri (a 160 km de Teresina), no Piauí. Um relatório técnico resultou em uma Ação Civil Pública, mas o governador do estado, Wellington Dias (PT), falou do perigo como um boato, ou “fake news”.

A ação da Promotoria de Justiça de Piripiri se baseou em um relatório de inspeção do Dnocs (Departamento Nacional de Obras contra a Seca), que no dia 10 de dezembro do ano passado foi notificado sobre a existência de “uma grande cavidade” no Açude Caldeirão, construído entre 1936 e 1945 para irrigar a região em períodos de seca.

Chegando ao local, os engenheiros encontraram outras crateras. “Importante registrar e informar a existência de outras erosões existentes ao longo do talude de jusante”, diz o relatório, que conclui: “Pela gravidade da situação, com risco iminente de rompimento da barragem, imediatamente recuperamos emergencialmente a cavidade”.

De acordo com o engenheiro Francisco Ribeiro Soares, que assina o documento, a erosão começou depois do asfaltamento da rodovia estadual PI 327, que cruza todo o açude. Construída sem espaço para drenar a água da chuva, a obra provocou a “anomalia” na barragem, “ocasionada pela pressão da água nos momentos de temporais”.

O Dnocs concluiu seu relatório pedindo ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem) que corrigisse a obra “antes que algo de mais grave aconteça, qual seja até o rompimento da barragem, evitando dessa forma tragédias com ceifamentos de vidas humanas”.

As crateras que se encontram na área em questão possuem extrema preocupação, visto que a não drenagem na parede do açude poderá causar fissuras. Tal acontecimento ocasionará situações irreversíveis ao meio ambiente e a toda a sociedade.

Promotor Nivaldo Ribeiro na Ação Civil Pública O DER não respondeu aos pedidos de explicação feitos pela Promotoria. O Departamento só se manifestou depois que a Justiça do Piauí acatou o pedido do promotor no dia 6 de fevereiro em decisão liminar. “Conseguimos essa liminar favorável à ação. O caso é sério”, disse Ribeiro.

Com a decisão, o governo do estado tem 15 dias para iniciar as obras, que precisam ser concluídas em até 60 dias. Na ocasião, a juíza aceitou o pedido para bloquear R$ 1 milhão do Fundo de Participação do Estado para execução das obras em caso de descumprimento da ordem judicial.

Fonte: Uol

Foto: Juliana Lima

Saúde

Médico de 75 anos é o primeiro piauiense vacinado contra a Covid-19

Avatar

Publicado

em

O médico obstetra Joaquim Vaz parente, de 75 anos, foi o primeiro piauiense a ser vacinado contra a Covid-19. A aplicação da dose da vacina CoronaVac aconteceu na tarde desta segunda-feira (18) durante cerimônia no pátio da Sesapi, na zona sul de Teresina. Dr. Joaquim atua há 45 anos na da Maternidade Dona Evangelina Rosa, e já realizou em torno de 20 mil partos em toda sua vida profissional, e fez o terceiro parto da história da MDER.

Segundo o médico Joaquim Vaz, a vacina CoronaVac representa uma luz no fim do túnel. “Esse momento pode ser coroado com o aparecimento dessa luz no fim do túnel, que para nós pode representar o primeiro processo de estagnação, a primeira barreira erguida contra esta pandemia que tanto tem assolado o mundo, o Brasil, e o nosso Piauí. (..) O que me resta é agradecer à Deus por ter a partir de agora um processo de imunização contra o Coronavírus”, disse.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Dr. Gilberto Alburqueque, acredita que em poucos dias mais de 11 mil pessoas estarão livres do Coronavírus, pois a chance é menor de alguém ser contagiada e transmitir a doença. “Nós teremos, em poucos dias, mais de 11 mil pessoas certamente estarão livres desta doença. Diante de uma pandemia dessa que o mundo inteiro se ajoelhou quando chega o nosso principal defensor, que é a vacina, temos que agradecer”, comemorou o Dr. Gilberto.

O governador do Piauí, Wellington Dias, revelou durante o evento que deseja que todos, de norte ao sul do Piauí, sejam vacinados. “No Piauí nós vamos participar, e vamos nos vacinar em cada município do estado. Porque sabemos que o ato de vacinar ele não é um ato egoísta, pensando apenas na sua prevenção de evitar o Coronavírus. O ato de vacinar é um ato de respeito ao outro para que a gente possa garantir as condições de ter, com o ato de nossa vacina, a proteção de outras pessoas. (…) A vacinal, talvez seja a arma mais forte que nós temos para esse inimigo comum, o Coronavírus. Ele continua entre nós, e eu sei que o medo também, mas a partir de hoje, com a vacina, no Piauí, e para o bem do Piauí e de todo o Brasil, eu volto a dizer: nós vamos vencer!”, falou o Wellington Dias.

Confira a lista dos profissionais da saúde que foram vacinados na solenidade:

1°: O médico Joaquim Vaz, de 75 anos, que atua há 45 anos na da Maternidade Dona Evangelina Rosa, já realizou em torno de 20 mil partos em toda sua vida profissional, e fez o terceiro parto da história da MDER;

2°: A enfermeira Modestina Bezerra da Silva, de 60 anos, enfermeira da UTI Covid-19, do Hospital Infantil Lucídio Portella;

3°: A enfermeira Ana Maria Brito dos Santos, de 52 anos, técnica de enfermagem e atua há 35 anos na unidade saúde e do Hospital da Polícia Militar, da ala Covid-19;

4°: A técnica de enfermagem Marta Regina de Sousa Madeira, de 42 anos, funcionária do Hospital Getúlio Vargas também receberá a dose de CoronaVac;

5°: A enfermeira Sheyla Barbosa dos Santos, de 33 anos, atua na UTI Covid-19 do Hospital Natan Portella, e foi responsável por receber o primeiro paciente com o vírus na unidade de saúde.

6°: A médica Amariles de Sousa Borba, de 77 anos, diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde (FMS)

Continue Lendo

Teresina

FMS define público-alvo da 1ª etapa da vacinação contra Covid-19 em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A equipe técnica da Fundação Municipal de Saúde (FMS) esteve reunida nesta segunda-feira (18) e definiu que as 11 mil doses da vacina Coronavac que chegarão à Teresina serão aplicadas em profissionais de saúde da rede pública e privada; idosos, deficientes e profissionais de instituições de longa permanência (asilos) nesta etapa da campanha.

“Nossa logística de aplicação das doses foi pensada de acordo com a quantidade que receberemos nesse primeiro momento”, diz Gilberto Albuquerque, presidente da FMS. O Ministério da Saúde recomenda que 34% das doses de cada Estado sejam destinadas para profissionais de saúde.

Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS, diz que em Teresina, as doses serão direcionadas, prioritariamente, aqueles profissionais que trabalham nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) exclusivas COVID, os que trabalham em Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) COVID, os profissionais que trabalham em urgências e emergências de hospitais, os que atuam nas alas COVID das unidades e os profissionais que trabalham no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

“A FMS está fazendo todo o levantamento interno de seus profissionais que serão vacinados nesta primeira fase. E está recebendo os nomes daqueles que trabalham em unidades de saúde Estaduais e particulares. A lista de vacinados será nominal, com nome completo, cargo e unidade em que trabalham”, explica Amariles Borba.

Continue Lendo

Saúde

Vacinas contra Covid-19 chegam ao Piauí e são levadas para sede da Sesapi

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

As 61.160 mil doses da vacina Coronavac já estão em solo piauienses. As doses foram trazidas em um avião da Força Área Brasileira (FAB) e desembarcaram no Aeroporto Petrônio Portella, em Teresina.

Após desembarque as vacinas foram encaminhadas para a Central de Frio da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi). Agentes da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária (PRF) dão apoio ao translado.

Segundo informado pelo governo do Estado, do total, serão destinados 28.651 mil doses para profissionais da saúde, dez para pessoas com deficiência institucionalizadas, 460 doses para pessoas com mais de 60 anos institucionalizadas e 21 para indígenas vivendo em terras demarcadas. O quantitativo engloba tanto a primeira e a segunda dose da vacina para os grupos previstos na primeira fase de vacinação do estado do Piauí.

Ainda nesta segunda-feira (18), acontece, no pátio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) a imunização dos primeiros piauienses contra a Covid-19.  São cinco profissionais de saúde que receberão a dose da CoronaVac.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat