Siga as Redes Sociais

Saúde

Gilberto Albuquerque visita HU e trata sobre transferência de leitos de UTI para atendimento a pacientes com covid

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foro: Divulgação

A equipe da Fundação Municipal de Saúde (FMS) esteve nesta quarta-feira (13/01) em visita às instalações do Hospital Universitário (HU), vinculado à Universidade Federal do Piauí. Os órgãos estão firmando uma parceria para a implementação de 20 leitos de UTI no hospital, que serão exclusivos para atendimento de pacientes com Covid-19.

A parceria faz parte do projeto de reorganização do leitos Covid-19 na capital, de forma a dar celeridade ao atendimento, com melhor aproveitamento de estruturas físicas de excelência que estavam subaproveitadas. “O HU tem um potencial muito grande para ampliar sua prestação de serviço ao SUS, seja em quantidade e principalmente em qualidade, em alta complexidade”, comenta o presidente da FMS, Gilberto Albuquerque.

Os leitos de UTI serão transferidos do Hospital de Campanha João Claudino, anexo ao HUT – uma estrutura temporária, portanto com menos recursos – que será desativada. O presidente da FMS explica que Teresina não passará por uma diminuição de leitos: eles serão apenas realocados entre os hospitais. “Asseguraremos aos pacientes que, em havendo necessidade, o HU terá leitos disponíveis de uti de primeiro mundo, uma qualidade excepcional da equipe, apoio de equipamento para exames, o que melhora muito a qualidade da assistência aos pacientes que precisarem de um leito de uti aqui em Teresina”, ressalta ele.

O superintendente do HU, Paulo Márcio, frisou a importância da parceria, que marca um amadurecimento na relação entre as duas instituições. “Nós integramos a rede de serviços de saúde de Teresina, que é gerida pela FMS, ou seja, ela é a ordenadora de despesas, é quem transfere os recursos para os hospitais. Assim, o Gilberto nos convocou para abraçar mais essa rede em uma parceria cujo objetivo final é salvar vidas e cuidar de gente”, declarou.

Leitos clínicos

Dentro do projeto de reorganização de leitos Covid-19 em Teresina, está prevista também a transferência dos leitos clínicos do Hospital de Campanha Pedro Balzi para outras unidades da rede, como os Hospitais Mariano Castelo Branco e Monte Castelo, cujo atendimento será ampliado. A decisão foi tomada em reunião entre a presidência da FMS e o Centro de Operações em Emergências (COE) municipal, após análise da situação da doença em Teresina. “O que observamos é que algumas unidades estão com uma ocupação muito baixa, então o entendimento da presidência e do COE é que é possível fazer essa reorganização sem prejuízo para a cidade de Teresina e sem diminuição do número de leitos. Teremos o ganho de manter os pacientes nas unidades que já possuímos, sem a necessidade de manter por muito tempo unidades que são provisórias”, explica o infectologista Walfrido Salmito, médico do COE.

Saúde

THE: Leitos do Pedro Balzi são realocados para Hospital do bairro Santa Maria

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina realizou nesta terça-feira (19/01) a transferência dos 20 leitos clínicos do Hospital Pedro Balzi, estrutura de campanha montada durante o pico da pandemia Covid para o Hospital Mariano Castelo Branco, localizado no bairro Santa Maria da Codipi.

“Não houve diminuição de leitos Covid na cidade. Nós estamos reorganizando a rede. Os leitos clínicos Covid ficarão concentrados agora no Hospital Monte Castelo e no Mariano Castelo Branco, totalizando 68 leitos. Já os leitos de UTI Covid (Unidade de Terapia Intensiva) ficarão concentrados no Monte Castelo e no HUT, totalizando 48 leitos de UTI Covid na capital”, informa Gilberto Albuquerquer, presidente da FMS.

Desde o primeiro dia útil do ano, a rede de saúde municipal de Teresina passa por uma reorganização de leitos dedicados à Covid-19, para um melhor aproveitamento da estrutura diante da situação real da doença na cidade.

“As estruturas de campanha foram criadas para serem temporárias e já cumpriram seu papel. Agora vamos transferir esses leitos para unidades hospitalares, mais adequadas e estruturadas”, diz Gilberto.

Continue Lendo

Saúde

Municípios do Piauí recebem vacina contra Covid-19

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

As doses de vacinas que chegaram ao Piauí foram encaminhadas para a Rede de Frios em Teresina para a separação de doses, em seguida, ainda na segunda-feira(18/01), municípios do interior do estado como Campo Maior, Piripiri, Barras, Valença, Oeiras, Amarante e as doses destinadas à Fundação Municipal de Saúde, foram distribuídas ainda ontem.

Nesta terça-feira (19/01) vão receber as doses as cidades de Floriano, Uruçuí, Bom Jesus, Corrente, Picos, São Raimundo Nonato,  Paulistana, Fronteiras e Parnaíba. Para estes municípios o deslocamento está sendo feito em aeronave.

Segundo o Superintendente de Atenção à Saúde da Sesapi, Herlon Guimarães, nestes municípios ficam as Centrais Regionais.

“A partir das Centrais, as doses serão distribuídas para todas as cidades do Estado, ficando sob a responsabilidade de cada município a vacinação da sua população. Os profissionais de cada cidade já estão de prontidão, esperando essas doses chegarem. Depois desse processo, a vacinação segue o seu ritmo”, explica Herlon.

A população de cada cidade deve procurar a Unidade Básica de Saúde do seu município e ver de que forma está sendo organizada a vacinação. “O Ministério da Saúde já sinaliza com o envio de mais doses. Na medida em que formos recebendo mais doses vamos avançando nas demais fases”, explica o superintendente.

Continue Lendo

Saúde

Médico de 75 anos é o primeiro piauiense vacinado contra a Covid-19

Avatar

Publicado

em

O médico obstetra Joaquim Vaz parente, de 75 anos, foi o primeiro piauiense a ser vacinado contra a Covid-19. A aplicação da dose da vacina CoronaVac aconteceu na tarde desta segunda-feira (18) durante cerimônia no pátio da Sesapi, na zona sul de Teresina. Dr. Joaquim atua há 45 anos na da Maternidade Dona Evangelina Rosa, e já realizou em torno de 20 mil partos em toda sua vida profissional, e fez o terceiro parto da história da MDER.

Segundo o médico Joaquim Vaz, a vacina CoronaVac representa uma luz no fim do túnel. “Esse momento pode ser coroado com o aparecimento dessa luz no fim do túnel, que para nós pode representar o primeiro processo de estagnação, a primeira barreira erguida contra esta pandemia que tanto tem assolado o mundo, o Brasil, e o nosso Piauí. (..) O que me resta é agradecer à Deus por ter a partir de agora um processo de imunização contra o Coronavírus”, disse.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Dr. Gilberto Alburqueque, acredita que em poucos dias mais de 11 mil pessoas estarão livres do Coronavírus, pois a chance é menor de alguém ser contagiada e transmitir a doença. “Nós teremos, em poucos dias, mais de 11 mil pessoas certamente estarão livres desta doença. Diante de uma pandemia dessa que o mundo inteiro se ajoelhou quando chega o nosso principal defensor, que é a vacina, temos que agradecer”, comemorou o Dr. Gilberto.

O governador do Piauí, Wellington Dias, revelou durante o evento que deseja que todos, de norte ao sul do Piauí, sejam vacinados. “No Piauí nós vamos participar, e vamos nos vacinar em cada município do estado. Porque sabemos que o ato de vacinar ele não é um ato egoísta, pensando apenas na sua prevenção de evitar o Coronavírus. O ato de vacinar é um ato de respeito ao outro para que a gente possa garantir as condições de ter, com o ato de nossa vacina, a proteção de outras pessoas. (…) A vacinal, talvez seja a arma mais forte que nós temos para esse inimigo comum, o Coronavírus. Ele continua entre nós, e eu sei que o medo também, mas a partir de hoje, com a vacina, no Piauí, e para o bem do Piauí e de todo o Brasil, eu volto a dizer: nós vamos vencer!”, falou o Wellington Dias.

Confira a lista dos profissionais da saúde que foram vacinados na solenidade:

1°: O médico Joaquim Vaz, de 75 anos, que atua há 45 anos na da Maternidade Dona Evangelina Rosa, já realizou em torno de 20 mil partos em toda sua vida profissional, e fez o terceiro parto da história da MDER;

2°: A enfermeira Modestina Bezerra da Silva, de 60 anos, enfermeira da UTI Covid-19, do Hospital Infantil Lucídio Portella;

3°: A enfermeira Ana Maria Brito dos Santos, de 52 anos, técnica de enfermagem e atua há 35 anos na unidade saúde e do Hospital da Polícia Militar, da ala Covid-19;

4°: A técnica de enfermagem Marta Regina de Sousa Madeira, de 42 anos, funcionária do Hospital Getúlio Vargas também receberá a dose de CoronaVac;

5°: A enfermeira Sheyla Barbosa dos Santos, de 33 anos, atua na UTI Covid-19 do Hospital Natan Portella, e foi responsável por receber o primeiro paciente com o vírus na unidade de saúde.

6°: A médica Amariles de Sousa Borba, de 77 anos, diretora de Vigilância em Saúde da Fundação Municipal de Saúde (FMS)

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat