Siga as Redes Sociais

Teresina

Prefeitura investiu cerca de R$ 4,2 milhões na construção e reforma de mercados públicos de Teresina

Avatar

Publicado

em

Lugares tradicionais no cotidiano das comunidades, os mercados municipais de Teresina receberam grandes investimentos nos últimos anos. De 2013 a 2020, a Prefeitura aplicou cerca de R$ 4,2 milhões em obras de reforma e construção desses equipamentos públicos em todas as regiões da cidade.

Na região Norte, os mercados públicos passaram por algumas reformas, manutenção e adequações. Foram investidos mais de R$ 680 mil em melhorias feitas nos mercados do Mafuá, do Peixe, São José e do São Joaquim. No caso do mercado Municipal do Jacinta Andrade, que foi repassado pelo Governo do Estado, a Prefeitura fez uma revitalização completa e o espaço hoje abriga 67 permissionários. Foram investidos R$ 61.815,64 na reforma do local. “No nosso bairro não existia nenhuma estrutura de comércio, por isso o mercado é tão importante para todos nós”, comentou a permissionária Michela Veras.

Na zona Sul, dois dos mercados mais populares da cidade passaram por reforma. O primeiro deles foi o Mercado Laurindo Veloso, mais conhecido como Mercado da Vermelha, onde a Prefeitura de Teresina investiu cerca de R$ 1 milhão com a instalação de uma praça de alimentação e 21 boxes para a venda de comidas e lanches. Os demais também ganharam uma ampla reforma, com a implantação de materiais modernos que facilitam a limpeza e conservação dos produtos.

Outra grande transformação aconteceu no tradicional Mercado da Piçarra. Com investimento de aproximadamente R$ 700 mil, os boxes ganharam uma estrutura nova. Da mesma forma o teto, que foi planejado para melhorar a circulação de ar no local, além de um importante ganho de luminosidade. Todos os detalhes foram devidamente projetados pensando conforto e segurança de todos, principalmente no tocante a acessibilidade.

Já zona Leste, os permissionários e a comunidade foram contemplados com o Mercado do Produtor, no Vale do Gavião, e o Mercado do Satélite. Com investimento de R$ 729.882,31, por meio de recursos próprios do município, o Mercado do Satélite possui 27 bancas, banheiros, cozinha, depósito e sala da administração. Já a área total do terreno corresponde a 3.704, 97m², onde foram construídos dois pátios e dois estacionamentos, além de vagas para motocicletas.

O Mercado do Produtor também está em pleno funcionamento e tem área ampla e ventilada, distribuída em 538m². No local, foram investidos mais de R$ 400 mil. Ele atende aos moradores do Residencial Zequinha Freire, Jardim do Uruguai, Wilson Martins, Sigefredo Pacheco I e II, Miriam Pacheco e Loteamento Viva a Vida.

A região Sudeste de Teresina recebeu investimentos de aproximadamente R$ 700 mil na melhoria dos mercados. No Gurupi, foram aplicados 300 mil na reforma do mercado. Todo o espaço foi transformado com a revitalização das estruturas elétricas e hidráulicas, implantação de nova cobertura e ampliação. Além disso, foi instalada área de convivência, com praça, palco e lanchonetes.

Ainda na região, no bairro Renascença II, os moradores e permissionários vão receber um mercado totalmente revitalizado. Antes da reforma, a SDU Sudeste está construindo um espaço para remanejamento dos trabalhadores do mercado, que poderão continuar com as atividades comerciais durante o período da obra. “O investimento foi em torno de R$ 400 mil e o espaço já está em fase de conclusão, com inauguração prevista até o final do ano”, afirma Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste.

Para reforma completa do mercado do Renascença II, serão investidos cerca de R$ 2,8 milhões. O local receberá novos sistemas de instalações elétricas, sanitárias e hidráulicas. Também será construída área para estacionamento, estrutura administrativa, área exclusiva para cargas e descargas, lixeiras seletivas, rampas de acessibilidade, banheiros, boxes e bancadas de hortifruti.

Teresina

Lineu Araújo disponibiliza DIU para mulheres que desejam evitar gravidez

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/PMT

O Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo está disponibilizando, através do Sistema Único de Saúde (SUS), o Dispositivo Intrauterino (DIU), para mulheres que desejam usar esta ferramenta no planejamento familiar.

Para ter acesso, as usuárias devem buscar a rede de saúde, nas Unidades Básicas de Saúde (FMS), encaminhadas pelas maternidades ou pelo próprio Lineu Araújo. A ginecologista da Fundação Municipal de Saúde (FMS) Marina Ayres conta que o Lineu Araújo disponibiliza consultas duas vezes por semana, onde a mulher passa para uma avaliação prévia para implantação do dispositivo, que pode ser retirado caso ela deseje.

“O serviço disponibiliza o DIU de sobre, que pode proteger contra uma gravidez indesejada pelo período de cinco a 10 anos”, conta Marina Ayres. Ainda segundo a médica, o serviço tem implantado uma média de 12 a 15 DIUs por mês. “A vantagem é que, por ser um método contraceptivo não hormonal, pode ser usado por aquelas pacientes que têm contraindicação a terapia hormonal, seja local, seja sistêmica, ela pode fazer uso do DIU sem problema nenhum”, conta ela.

Segundo dados do Ministério da Saúde, o DIU é seguro e tem eficácia de 99,3%. Trata-se de um método eficaz, sem hormônios, que satisfaz as necessidades contraceptivas da maioria das mulheres. O DIU pode ser utilizado desde a adolescência até a menopausa. Além disso, pode ser usado por mulheres que estão amamentando e não interfere na produção, quantidade e qualidade do leite materno.

Continue Lendo

Vacinação

Comitê da Vacina aprova antecipação da 2ª dose da AstraZeneca

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/Sesapi

A Comissão Intergestora Bipartite (CIB), composta por membros da Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi) e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), aprovou a antecipação da segunda dose da vacina AstraZeneca, de doze para dez semanas. Dessa forma, a vacina será aplicada em 2 meses e 15 dias e não mais em três meses.

A vacinação antecipada é uma recomendação e condicionada ao município possuir os imunizantes em estoque. De acordo com a bula da AstaZeneca a vacina pode ser aplicada no intervalo de quatro a doze semanas.

“O documento técnico-científico da FioCruz sobre a vacina descreve que o esquema vacinal consiste de duas doses, sendo que a segunda pode ser administrada entre quatro e doze semanas após a primeira dose e um intervalo de dose mais longo proporciona uma eficácia com mais certeza para intervalos de oito a doze semanas. Por isso, podemos recomendar a antecipação para dez semanas”, explica a diretora de Vigilância em Saúde da Sesapi, Cristiane Moura Fé.

Alguns municípios solicitaram a antecipação da vacina à comissão, devido ao estoque parado na rede de frio, que pode vir a comprometer a capacidade de armazenamento dos imunobiológicos que devem chegar em remessas futuras.

“Lembramos que, se o município não possui o estoque, ele deve manter as instruções de doze semanas e esperar as remessas de segunda doses, que serão envidas pelo Ministério da Saúde”, enfatiza a diretora.

Com informações da Sesapi

Continue Lendo

Teresina

Caminhão carregado de carvão tomba no Viaduto da Miguel Rosa em Teresina

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/PRF

Na manhã desta sexta-feira (18/06), um caminhão bitrem carregado com carvão tombou no Viaduto da Avenida Miguel Rosa, na zona Sul de Teresina.

Segundo testemunhas, o veículo seguia sentido Teresina/Timon, no momento em que a condutora perdeu o controle da direção e acabou tombando. O carvão ficou espalhado na via.

A motorista disse que iria para Açailândia, no estado do Maranhão. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local e informou que a condutora estava transitando com velocidade incompatível para o local.

A via segue interditada e ainda não há previsão de liberação.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat