Siga as Redes Sociais

Polícia

Filho de ex-coronel da PM-PI e mais 4 são presos por roubos a bancos em Campo Maior

Redação Encarando

Publicado

em

A 5ª Delegacia Regional de Campo Maior divulgou, no início da tarde deste domingo (05), que prendeu cinco suspeitos de pertencerem à quadrilha que explodiu duas agências bancarias na cidade de Campo Maior no dia 30 de abril. As prisões aconteceram há três dias, mas tinham sido mantidas em sigilo para não atrapalhar as investigações.

Nesta manhã, a polícia militar trocou tiros com outro grupo da quadrilha e matou cinco homens na zona rural de Cocal da Estação. Dos cinco suspeitos mortos, quarto são naturais do estado de Minas Gerais. Um conseguiu fugir. Segundo o comandante do 15º BPM de Campo Maior, major Etevaldo Alves, outro grupo estaria na mata entre as cidades de Barras e Batalha.

“Eles não são de Campo Maior e foram presos em outras cidades e nem foram trazidos para Campo Maior. Eles pertencem a quadrilha que explodiu os bancos em Campo Maior. Era um terceiro grupo da quadrilha. Um continua cercado pela polícia e o outro foi morto nesse domingo” disse o Chefe de Cartório da delegacia, Baker Martins.

Baker disse que não podia repassar muitos detalhes, mas afirmou que entre os presos têm cearenses. São eles: Dyego Harmando Cardoso Rocha, Hassan Rufino Borges Prado Aguiar, Emerson Souza Da Silva, Vinicius Pereira Da Silva Junior, Josenverton dos Santos Sousa. (Hassan Prado é filho do ex-comandante da Polícia Militar, coronel Francisco Prado.) Hassan Prado chegou a ser preso acusado de ser o mentor da morte de Leonardo Almeida, no dia 15 de setembro na cidade de Nazária, localizada a menos de 50 km da capital Teresina. O motivo do crime seria passional.

Fonte: Campo Maior em Foco / Fala Piauí

Polícia

PRF apreendeu mais de R$ 17 milhões em drogas nas rodovias federais piauienses

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta quarta-feira (03/03), os números referentes ao cenário de combate à criminalidade durante o ano de 2020. Ao todo, foram 1.498 pessoas presas pelo cometimento de diversos crimes.

Com relação ao combate ao tráfico de drogas, Foram 43 pessoas presas por esse crime resultando na apreensão de 436,0kg de maconha, 145,7kg de cocaína e 14,2kg de crack. O diferencial esse ano foi a qualidade da droga apreendida, principalmente por se tratar, na sua maioria, de cloridrato de cocaína, pasta base e skunk que são drogas de alto teor de pureza. Por ter um alto valor, a PRF deu um prejuízo aos traficantes na ordem de R$ 17.521.704,00.

A PRF realizou a apreensão de 1.929 unidade de anfetaminas, resultado que representa um aumento de 63,8% se comparado ao ano de 2019. A maioria das apreensões ocorreram na posse de condutores de veículos de carga que utilizam esse medicamento para permanecer mais tempo acordado e consequentemente dirigindo. Todas as pessoas flagradas nesse tipo de ocorrência foram autuadas e responderão pelo crime de Porte de Droga Para Consumo.

Com relação ao crime de contrabando, a PRF prendeu 13 pessoas pelo cometimento desse tipo criminal e apreendeu 630.100 maços de cigarros, um prejuízo de R$ 3.150.500,00 às organizações criminosas.

No combate aos crimes ambientais, a PRF PI superou em 25,0% a quantidade de madeiras apreendidas em 2019. Foram 2.779,92 m³ de madeira que daria pra construir 1.854 casas populares. Toda a madeira foi apreendida e encaminhada aos órgãos ambientais.

A instituição realizou em 2020 a apreensão de 40 armas de fogo de diversos calibres e 439 unidades de munições, além disso a PRF realizou a apreensão de R$ 487.249,00 que estava em poder de organizações criminosas. Esse valor supera em 98,1% a quantidade de dinheiro apreendida em 2019.

Sobre o trabalho de combate às fraudes veiculares, a PRF esteve no cenário nacional como um dos estados que mais recuperam veículos roubado ou adulterados. Foram 448 veículos recuperados, superando em 35,8% a quantidade realizada em 2019 e 239 veículos que estavam adulterados, superando em 25,8% a quantidade de veículos em 2019.

A instituição registrou também 699 pessoas que foram presas cometendo Crimes de Trânsito. Isso representa um aumento de 26,6% se comparado ao ano de 2019, indicando o trabalho da PRF em dar segurança às pessoas que transitam por nossas rodovias federais.

A PRF no Piauí analisa que esses índices positivos representam o esforço e a dedicação de cada Policial Rodoviário Federal norteado pelos valores da instituição.

Continue Lendo

Polícia

Pai e filho acusados de matar fazendeiro são presos no Norte do Piauí

Avatar

Publicado

em

Pai e filho, identificados como Guilherme de Freitas e Francisco Kenardo, de 20 anos, foram presos nesta terça-feira (02) por serem acusados de matar o fazendeiro Francisco Hélio em agosto de 2020, em Buriti dos Montes. As prisões foram realizadas em Castelo do Piauí, região norte do Piauí.

De acordo com informações do investigador Barker Martins, da Delegacia Regional de Campo Maior, Guilherme de Freitas e Francisco Kenardo eram caseiros da vítima. As prisões foram realizadas após o cumprimento de mandado de prisões que estavam em aberto contra eles.

A motivação do crime tem relação com a posse de terras.

Relembre o caso

Em agosto de 2020, o fazendeiro Chico Hélio foi assassinado com golpes de foice durante uma briga com o caseiro da sua propriedade, identificado como Guilherme de Freitas. O crime ocorreu na localidade Sítio de Cima, zona rural de Buriti dos Montes, no Norte do Piauí.Conforme a Polícia Militar, a briga iniciou quando o dono da propriedade, Chico Hélio, pediu para que o caseiro desocupasse as terras.

Continue Lendo

Polícia

PF cumpre mandados em Teresina contra empresários acusados de fraude em contratos na área da Saúde

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal, com o apoio da Controladoria-Geral da União, deflagrou nesta terça-feira (02/03), nas cidades de Teresina-PI e Pinheiro-MA, a Operação Estoque Zero, com objetivo de desarticular um grupo criminoso estruturado para promover fraudes licitatórias e irregularidades contratuais, no âmbito do Município de Pinheiro, envolvendo recursos públicos federais que seriam utilizados no combate à pandemia da Covid-19.

A Polícia Federal cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, quatro mandados de constrição patrimonial e um mandado de suspensão do exercício de função pública. Ao todo, 30 policiais federais cumpriram as determinações judiciais expedidas pela 1ª Vara Federal de São Luís-MA, que decorreram de uma representação elaborada pela Polícia Federal.

A investigação se concentra em processo da Secretaria Municipal de Saúde e Saneamento de Pinheiro/MA, instruído para a aquisição de 6.000 testes rápidos para o diagnóstico da COVID-19, no valor total de R$ 960 mil. Os elementos colhidos pela equipe policial revelaram que funcionários da Secretaria de Saúde e Saneamento de Pinheiro-MA, em conluio com empresários de Teresina-PI, simularam a compra e venda de testes rápidos, por meio da contratação de empresa de fachada que não forneceu o objeto pactuado”.

Se confirmadas as suspeitas, os investigados poderão responder por fraude à licitação (Art. 96, inciso I, Lei 8.666/93), peculato (Art. 312, Código Penal), lavagem de capitais (Art. 1º, caput, Lei 9.613/84) e associação criminosa (Art. 288, Código Penal).

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat