Siga as Redes Sociais

Esporte

Ninho do Urubu: Justiça reduz pensão a familiares de vítimas do incêndio no CT do Flamengo

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foro: Raphael Zarko

Em sessão na 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por dois votos a um, os desembargadores acataram parcialmente recurso do Flamengo pela redução de pensão a familiares das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu, em 2019. A informação foi publicada, inicialmente, pelo site “Esporte News Mundo”. 

Em vez dos R$ 10 mil mensais que vinham sendo pagos, agora o Flamengo deverá desembolsar cinco salários mínimos – o equivalente a R$ 5.225 – para as famílias – apenas aquelas que não fizeram acordo com o clube da Gávea. O Ministério Público e a Defensoria do Estado do Rio de Janeiro vão recorrer da decisão. Veja abaixo a nota do MP.

O colegiado teve decisão dividida. A desembargadora relatora Sirley Abreu Biondi votou a favor de manter a pensão de R$ 10 mil, mas foi vencida por seus dois colegas – os desembargadores Agostinho Teixeira de Almeida Filho e Fernando Fernandy Fernandes, presidente da Câmara. 

Eles concordaram com o pedido de ilegitimidade do agravante (Flamengo) contra a Defensoria e o MP, que seguem apenas em relação aos pedidos em favor das vítimas que não fizeram acordo com o Flamengo. 

Na sessão, realizada virtualmente, a procuradora da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro lembrou os altos custos do elenco do Flamengo e protestou contra a medida, de acordo com informações do site “Esporte News Mundo”:

– O atleta que perdeu o pênalti ontem do Flamengo, que fez o Flamengo ser eliminado da Libertadores, ganha R$ 600 mil de salário. Todo o elenco somado ganha R$ 25 milhões de salário. E aqui estamos falando de uma pensão de R$ 10 mil para cada um. São famílias carentes. A sociedade aguarda por isso – disse Patricia Cardoso, coordenadora da Defensoria Pública.

Paralelamente a este processo, ainda corre uma ação para indenização por danos morais coletivos e individuais, bem como a indenização. Não houve julgamento de mérito neste caso, que tem pedido de R$ 20 milhões para garantir futuras indenizações.

O que o Flamengo alega

No agravo – peça processual em que contesta decisão anterior -, o clube da Gávea alega que o “juízo desconsiderou ter o Flamengo já firmado acordo com algumas da famílias das vítimas, que deram quitação ao clube, bem como que, voluntariamente, em relação àquelas vítimas ou familiares que ainda não firmaram acordo com o Flamengo, este já adianta mensalmente o montante de R$ 5 mil”.

O departamento jurídico do Flamengo também assinala na inicial que os R$ 5 mil são “bastante superior ao que os atletas recebiam como ajuda de custo, ou seja, R$ 300,00 e ao que poderiam prover aos seus pais à época”. 

“Não é razoável que se arbitre uma pensão em cognição sumária sem pesar os elementos que normalmente balizam uma fixação dessa natureza”, diz um trecho da defesa do Flamengo.

O que diz o MP

Em nota, a assessoria de comunicação do Ministério Público do informou que “os desembargadores, por maioria, entenderam que a legitimidade da ação civil pública estava restrita ao pedido de danos morais coletivos e ao pedido de indenização das vítimas menores, cujas famílias não celebraram acordo com o Flamengo. Ou seja, a decisão extingue a ação civil pública no que diz respeito às vítimas cujas famílias celebraram acordo com o clube e reduz a pensão mensal para cinco salários mínimos.

A Procuradoria de Justiça aguarda a publicação do acórdão pelo Tribunal para analisar a possibilidade de interposição dos recursos cabíveis.”

Nota oficial do Flamengo:

“O Clube de Regatas do Flamengo esclarece que a questão judicial hoje julgada pela 13ª Câmara Civil reconheceu que o Ministério Público não pode representar individualmente as famílias das vítimas do incêndio no Centro de Treinamento George Helal, já que os pais são maiores, capazes e representados por seus advogados. Assim, não pode o MP postular judicialmente em seus lugares. 

O que ocorreu, portanto, foi uma questão processual que apontou a ilegitimidade do MP para agir individualmente em prol de terceiros. Não obstante, o Flamengo informa que não deixará de prestar assistência material mensalmente às famílias e que está aberto a fazer acordo, como já fez com seis famílias e meia, ou seja, com a maioria dos responsáveis dos garotos que, infelizmente, faleceram no CT.”

Fonte: Globo Esporte

Futebol

Seleção Brasileira goleia o Peru no Rio pela Copa América

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Mauro Pimentel/AFP

Nesta quinta-feira, a Seleção Brasileira derrotou o Peru por 4 a 0, no Estádio Nilton Santos, em jogo válido pela segunda rodada da Copa América. Com gols marcados por Alex Sandro, Neymar, Everton Ribeiro e Richarlison, o time comandado por Tite garantiu a classificação às quartas de final do torneio de maneira antecipada.

O primeiro tempo não foi de grandes oportunidades criadas. Postado em um ofensivo 4-2-4 quando tinha a bola, o Brasil não criou diversas chances, porém foi efetivo, com Alex Sandro aparecendo dentro da área para marcar.

Na segunda etapa, o grande diferencial foi Neymar, que esteve muito mais ligado e ativo nas ações ofensivas da Seleção. Além de marcar o seu gol, deu bons passes e teve boas chances para anotar mais. Na reta final, Everton Ribeiro ainda marcou o terceiro, após bela trama coletiva da equipe. Deu tempo de Richarlison fazer o quarto e sacramentar a vitória.

Com a vitória, o Brasil foi aos seis pontos, na liderança isolada do grupo B. O time só volta a campo na quarta-feira da semana que vem, contra a Colômbia, no Nilton Santos, às 21h. Enquanto isso, o Peru segue sem somar pontos, na lanterna da chave. O próximo compromisso da equipe é contra a Colômbia, no domingo, às 21h, no Olímpico.

O jogo – Postado em um ofensivo 4-2-4 com a bola, o Brasil tomou a iniciativa no início do primeiro tempo e conseguiu abrir o placar aos 11 minutos. Everton fez o cruzamento da esquerda, Gabriel Jesus mandou de primeira do outro lado, e Alex Sandro apareceu como centroavante para marcar.

De fora da área, Fabinho levou perigo ao arriscar chute forte, mandando à esquerda do gol. O Peru também tentou de longe, porém a finalização de Tapia foi tranquilamente defendida por Ederson. Na sequência, Yotún tocou por cima do goleiro, porém Danilo tirou a bola com o peito. Na última chance do Brasil nos 45 minutos iniciais, Alex Sandro recebeu na entrada da área e chutou por cima do travessão.

Para o segundo tempo, Tite sacou Gabigol e Everton Cebolinha, promovendo as entradas de Everton Ribeiro e Richarlison. Na primeira chance, Danilo apareceu por dentro, conduziu a bola e fuzilou à esquerda do gol. Aos 60 minutos, Neymar foi derrubado por Tapia dentro da área, e o árbitro assinalou o pênalti. No entanto, Patrício Loustau foi chamado para o monitor do VAR e voltou atrás na marcação.

Sete minutos depois, Neymar marcou o segundo da Seleção. Fred encontrou o camisa 10 na entrada da área, e o craque girou e finalizou cruzado para fazer o seu. Em seguida, Neymar deu passe para Richarlison, que saiu na cara de Gallese e parou em defesa do goleiro.

O camisa 10 estava ligado na partida e quase marcou mais um, arriscando chute de fora da área, que saiu à esquerda do gol. O Peru desperdiçou uma grande oportunidade com Valera, que, na pequena área, isolou a bola. Neymar teve nova chance, dessa vez batendo falta. A bola passou rente à trave esquerda.

Firmino perdeu oportunidade incrível, recebendo passe de Richarlison e chutando em cima de Gallese. Já aos 43 minutos, Everton Ribeiro tabelou com Neymar e foi para dentro da área. Richarlison serviu o meia do Flamengo, que finalizou com precisão para marcar o terceiro. Por fim, Neymar lançou Firmino, que finalizou e parou em Gallese. No rebote, Richarlison precisou de duas tentativas para fazer o seu e sacramentar o placar.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 4 X 0 PERU

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de junho de 2021, quinta-feira
Hora: 21h (de Brasília)
Árbitro: Patrício Loustau (ARG)
Assistentes: Gabriel Chade (ARG) e Ezequiel Brailovski (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: Gabriel Jesus (Brasil); Ramos, Yotún (Peru)

GOLS
Brasil: Alex Sandro (11 minutos do 1º tempo), Neymar (22 minutos do 2º tempo), Everton Ribeiro (43 minutos do 2º tempo) e Richarlison (46 minutos do 2º tempo)

BRASIL: Ederson, Danilo (Emerson), Thiago Silva, Éder Militão e Alex Sandro (Renan Lodi); Fabinho, Fred, Neymar, Gabriel Jesus (Roberto Firmino), Everton Cebolinha (Richarlison) e Gabigol (Everton Ribeiro)
Técnico: Tite

PERU: Gallese, Corzo, Christian Ramos, Abram e Marcos López; Tápia, Yotún (Arias), Carrillo, Cueva (Távara), Peña (Iberico); Lapadula (Valera)
Técnico: Ricardo Gareca

Fonte: Gazeta Esportiva

Continue Lendo

Esporte

Após nova derrota, torcida do Vasco atira pedra no carro de Bruno Gomes

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Danilo Fernandes

A má fase do Vasco fez a torcida perder a paciência. Mas alguns foram longe demais e apelaram para o vandalismo. Apos a derrota por 2 a 0 para o Avaí, pela Série B, um grupo de torcedores aguardou a saída dos jogadores de São Januário. Ao avistar um dos carros, atiraram garrafas e pedras na direção.

O meio-campista Bruno Gomes estava na direção do véiculo. Ele estava acompanhado do meia paraguaio Matías Galarza. O atleta usou suas redes sociais para desabafar.

“E se eu estou com o vidro aberto? E se eu perco o controle da direção? E meu prejuízo no carro? Estava eu e Matias no carro, e isso podia ter acabado com um acidente grave!”, reclamou Gomes, que deletou a postagem alguns minutos depois.

O Vasco repudiou o ato. Por meio de uma nota, o clube informou compreender a insatisfação da torcida. Mas lembrou que ela não pode ser manifestada através de agressões.

“O Vasco da Gama repudia toda e qualquer forma de violência. O Clube compreende a insatisfação dos torcedores com os resultados, mas a solução não passa pelo uso de agressões e ameaças como formas de protesto contra atletas e membros da comissão técnica”.

A derrota desta quarta foi a segunda do Vasco na Série B. O clube não largou bem na competição. Soma apenas quatro pontos em quatro rodadas. Com este desempenho, é apenas o 14º na tabela de classificação.

Em meio à crise, o time voltará a campo no próximo sábado, contra o CRB. O jogo será mais uma vez em São Januário, onde a equipe ainda não somou um ponto sequer pela Série B.

Fonte: Extra

Continue Lendo

Futebol

Tite não revela escalação do Brasil e projeta novo duelo contra o Peru

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O técnico Tite não quis revelar qual será a escalação do Brasil contra o Peru, na quinta-feira, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa América. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o treinador não deu pistas do time que entrará em campo no estádio Nilton Santos, mas disse que os atletas já sabem quem será titular.

“É um desafio não descaracterizar a equipe. É uma linha muito tênue entre dar oportunidade e descaracterizar uma equipe. A ideia é manter os atletas naquilo que estão treinando, nas funções que eles fazem em seus respectivos clubes. Isso dá a rotina do lugar, a sensação de confiança do atleta, porque ele vai fazer aquilo que ele tem domínio. Estou falando do desempenho individual. E a gente monta a estrutura para que ela possa ter conexões entre as engrenagens”, explicou

“Em relação a escalação, o Gareca (técnico do Peru) tem nos enfrentado muitas vezes. Ele deve estar na seleção mais tempo que nós mesmos. Ele tem um domínio muito grande e, por utilizar ou atleta ou outro, acabamos dando a oportunidade dele saber qual estratégia ou que característica o time vai ter. Dito isso, não vou dar a escalação. A equipe está definida e os atletas sabem”, completou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat