Siga as Redes Sociais

Piauí

Wellington Dias comemora desbloqueio do Finisa I e fala sobre mais recursos para o PI

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), comemorou a decisão do desembargador federal Kássio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1° Região (TRT), que derrubou a liminar de 1ª instância autorizando à Caixa repassar a verba R$ 293 milhões, que estavam bloqueados, referentes à segunda parcela do empréstimo Finisa I.

Segundo o governador, os recursos são importantes para movimentar a economia do estado e gerar emprego. Além disso, com a decisão, será possível a retomada de obras que estavam paradas em 158 municípios piauienses.

“A liberação desses recursos é uma uma vitória importante para o Piauí. O Estado aplicou corretamente, fez a prestação de contas e eu fico feliz em ter uma decisão que nos permite as condições de retomada e conclusão de várias obras que estavam paradas em 158 municípios do Piauí, como calçamento, asfaltamento urbano e estradas”, disse o governador.

Wellington Dias ainda fez um balanço do prejuízo causado com o bloqueio da verba e, estimou um prejuízo de aproximadamente R$ 30 milhões ao estado.

“Infelizmente esse valor ficou quase dois anos parado na conta em razão de burocracias jurídicas e nos causou um prejuízo de aproximadamente R$ 30 milhões. Mas já estamos vendo formas de ressarcimento com fontes próprias. O mais importante é que agora vamos focar em geração de emprego e renda com obras que são necessárias para o desenvolvimento do nosso estado”, relatou Wellington.

Mais recursos para o Piauí

O TRF-1 ainda determinou que o governo do Estado receba R$ 1,5 bilhão referente as perdas sofridas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF), uma vez que, o Governo Federal fez o repasse de valores menores a Estados e Municípios.

Segundo o governador, a dívida é referente aos anos de 1997 e 2004 e deve entrar no orçamento do estado em 2020. “Essa dívida chega a quase R$ 2 bilhões, no entanto, o Governo Federal afirmou que, se tivesse que pagar, seria apenas R$ 1,5 bilhão. A justiça deu ganho de causa para o Piauí, já foi julgado pelo Supremo e agora está na fase de execução. Esperamos transformar isso em precatório e aplicar na educação do estado”.

Dias ainda falou sobre o pagamento dos recursos referentes a venda da Cepisa. “A União nos deve recursos referentes a venda da Cepisa e acredito que teremos uma decisão favorável em relação a esse pagamento. Essa é uma outra luta que acredito que também vamos vencer”.

O valor, calculado do governo piauiense, é resultado de uma dívida R$ 700 milhões, atualizada, que o estado assumiu após a federalização da Cepisa. O caso está judicalizado, no Supremo Tribunal Federal (STF).

Saúde

Advogada denuncia que hospitais credenciados no IAPEP não estão atendendo pacientes com Covid-19

Avatar

Publicado

em

Uma advogada, identificada como Sara Rana, utilizou as redes sociais para denunciar e informar que os hospitais e clínicas credenciadas do plano de saúde IAPEP não estão atendendo pacientes com suspeita, ou até mesmo diagnóstico de Covid-19.

Conforme Sara Rana, a denuncia foi realizada após ela ter procurado atendimento médico para uma pessoa da família dela que estar com suspeita de reinfecção pelo Sars-CoV-2, o vírus responsável pela Covid-19. “Estou saindo do hospital da ProntoMed, já passei pelo São Marcos, já passei pelo hospital da Unimed, já passei por diversos hospitais e todos são enfáticos em dizer que o plano de saúde IAPEP está suspenso o atendimento para Covid há quatro dias”, explicou.

“(…) Ou seja, quem precisar de atendimento para Covid, com convênio Iapep, vai ter que se direcionar as unidades de atendimento públicos porque nós pagamos por esse plano e não temos acesso à ele. (…) As pessoas estão morrendo em razão da negligência do governo do estado. (…) Eu queria que o governador do estado [Wellington Dias] explicasse o porquê que a pessoas, servidores públicos, pagam pelo plano e não estão podendo usar há quatro dias. Explica aí governador, explica Wellington Dias”, cobrou a advogada Sara.

Sara Rana ainda informou no vídeo que vai judicializar o caso.

Outro lado

O Portal Encarando entrou em contato com a assessoria do Iapep, e por meio de nota, eles informaram que a suspensão do atendimento não foi informada para o instituto. A assessoria ainda esclareceu que houve uma reunião com a rede credenciada na busca de acordo quanto ao percentual de reajuste solicitado pelos hospitais ( de 135%) que prestam atendimento à pacientes com Covid-19, a fim de garantir o atendimento para estes casos. Contudo, não foi possível ainda um acordo.

Confira a nota na íntegra!

O Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí (IASPI), autarquia estadual responsável pela gestão do Plano Médico de Assistência e Tratamento (PLAMTA), esclarece aos usuários do sistema acerca dos últimos acontecimentos que envolvem o Instituto e os hospitais que compõem a rede credenciada ao PLAMTA, sobre uma possível suspensão do atendimento aos segurados do plano em casos de Covid-19:

Em razão da situação pandêmica vivenciada e a crescente taxa de ocupação dos leitos nas unidades de terapia intensiva no Estado do Piauí, o IASPI/PLAMTA promoveu reunião com sua rede credenciada na busca de acordo quanto ao percentual de reajuste solicitado pelos hospitais ( de 135%) que prestam atendimento à pacientes com Covid-19, a fim de garantir o atendimento para estes casos. Contudo, lamentavelmente, diante da postura irredutível e, principalmente, insensível dos hospitais que prestam tal atendimento, não foi possível ainda um acordo.

A direção do IASPI está trabalhando para uma solução imediata, reapresentando uma nova contra proposta de reajuste nas diárias para tratamento de covid, com intuito de compor um acordo e acredita que a tal suspensão não ocorreu de fato, até porque há uma implicação legal com relação a isso, além do Instituto não ter sido notificado com a antecedência de 30 dias.

A direção reitera e vem a público esclarecer que este Instituto não foi informado pela rede credenciada ao PLAMTA sobre a suspensão dos atendimentos aos seus usuários, e reforça que em hipótese alguma os atendimentos de urgência podem ser suspensos.

Continue Lendo

Piauí

Mãe da advogada Izadora Mourão é hospitalizada após sofrer acidente doméstico

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Maria Nerci, a mãe da advogada Izadora Mourão, assassinada a facadas pelo próprio irmão no último dia 13 de fevereiro, foi hospitalizada nesta quinta-feira (25/02), em Pedro II, Piauí, após sofrer um acidente doméstico.

Informações sobre o ocorrido dão conta de que a idosa estava esperando a visita da advogada de defesa, quando caiu dentro da residência. A advogada, por sua vez, relatou que, quando tentou entrar em contato com Maria Nerci, ela não respondia às ligações. A profissional, então, resolveu ir até o endereço, onde a encontrou caída.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi acionado e Maria Nerci foi encaminhada para o Hospital Josefina Getirana Netta, na cidade, onde ficou sob observação. Ela sofreu lesões no pé e queimaduras na pele por exposição ao sol após a queda.

Saiba mais

Maria Nerci e o filho, o jornalista João Paulo Mourão, foram indiciados pelo crime de homicídio triplamente qualificado contra Izadora Mourão. A idosa, que também é mãe da advogada, ainda deve responder pelos crimes de coação no curso no processo e fraude processual.

Continue Lendo

Teresina

Teresina retoma vacinação contra a Covid-19 nesta sexta (26)

Laurivânia Fernandes

Publicado

em


A campanha de vacinação contra a Covid-19, terá continuidade em Teresina, a partir de amanhã, para os grupos prioritários. Nessa fase, serão vacinados idosos com mais de 80 anos.

Na sexta-feira (26/02), a imunização será direcionada à idosos com 88 e 89 anos. No sábado (27/02), serão vacinados os idosos de 86 e 87 anos e domingo (28/02) os da faixa etária de 85 anos. Eles deverão ir aos pontos de drive thru de 9 às 17h.

Na sexta serão montados quatro locais de vacinação: 1

  • Universidade Estadual do Piauí (UESPI) – Campus Torquato Neto – Rua João Cabral, 2231, Pirajá;
  • Centro Universitário UNINOVAFAPI – Rua Vitorino Orthiges Fernandes, 6123, Uruguai;
  • Centro Universitário Santo Agostinho – Avenida Professor Valter Alencar, 855, São Pedro
  • Teresina Shopping – Edifício Garagem G1 – Avenida Raul Lopes, 1000, Bairro dos Noivos.


No final de semana, além dos postos já citados, terá também o sistema drive thru de vacinação do Shopping Rio Poty, na Avenida Marechal Castelo Branco, 911, Bairro Porequanto.

Os idosos precisam levar ao ponto de vacinação: documento de identificação com foto e data de nascimento; CPF ou cartão nacional do SUS e comprovante de residência da cidade de Teresina-PI”, explica Emanuelle Dias, que faz parte da coordenação da campanha de vacinação da FMS. Os idosos em situação de dificuldade de acesso ao drive-thru receberão a vacina em uma Unidade Básica de Saúde e devem agendar a vacinação via site oficial da Fundação Municipal de Saúde”, informou a FMS.

Os idosos acamados receberão as doses em domicílio através de equipes volantes da FMS, também por agendamento via site oficial da FMS.

“Para os idosos na faixa etária de 80 a 84 anos, será iniciada vacinação apenas para os acamados, pois o município só recebeu 24% das doses destinadas para esse público. Quando recebermos mais doses avisaremos a ampliação”, explica Emanuelle Dias.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat