Siga as Redes Sociais

Piauí

HUT controla superlotação e bate recorde em número de atendimentos e cirurgias

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Com 4.883 atendimentos e 1.254 cirurgias, somente no mês de julho deste ano, o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), gerido pela Fundação Municipal de Saúde, bate novo recorde. Sendo os maiores do ano de 2019, esses números representam um aumento de 8,8% e 11%, respectivamente, se comparado à média de atendimento do primeiro semestre de 2019. Clara Leal, diretora geral do HUT, explica que, mesmo com o aumento no número de atendimentos, o Hospital conseguiu manter a rotina, não alterando os índices utilizados para medir o nível de lotação.

“Desde o início da implantação do Projeto Lean nas Emergências, o HUT está sendo monitorado diariamente pelos seus gestores. Para isso, realizamos todos os dias, duas vezes ao dia, o Daily Huddle. Essa ferramenta reúne os líderes do hospital para discutirem as pendências e traçarem estratégias. Assim, conseguimos manter o HUT sempre aberto para entrada de novos pacientes sem comprometer a assistência por conta de superlotação”, explicou Clara Leal.

Outro aumento bastante significativo neste mês de julho foi o número de atendimento de vítimas de traumas em geral, que compreendem os acidentes de trânsito, com 921 atendimentos; agressão física, com 240, e quedas com 541. Esses registros foram os maiores do ano, se comparado à média de atendimento do primeiro semestre de 2019, que foram de 815, 232 e 503, respectivamente.

Dentre os atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito realizados no mês de julho estão 810 vítimas de acidentes com motocicleta, 30 vítimas de acidentes de carro, 70 vítimas de atropelamento e 11 vítimas de outros veículos. Com relação às agressões físicas, o HUT registrou 129 atendimentos de vítimas de arma branca, 70 de arma de fogo, 36 de espancamento e cinco de outros meios.

O motivo queda também chama bastante atenção, pois, de acordo com Clara Leal, é sempre um número bastante expressivo que pode deixar, principalmente, os idosos em estado grave. “O motivo queda do mesmo nível representa bem esse fato. Para se ter uma ideia dos 356 atendimentos de vítimas de queda do mesmo nível que realizamos no mês de julho 108 foram idosos, acima de 60 anos, ou seja, 30% do total de atendimentos. É um percentual significativo se levarmos em consideração que a maioria desses casos é bastante grave”, relatou a diretora.

Para medir seu nível de lotação, o HUT utiliza um indicador chamado de NEDOCS (sigla em inglês para Escala de Superlotação do Departamento Nacional de Emergência). Ele mensura quesitos como tempo de passagem de pacientes pelas urgências, permanência no hospital, número de pacientes em ventilação mecânica, tempo de alta, entre outros. Um mês após o início da implantação do Projeto Lean nas Emergências, a equipe do HUT observou uma melhora desse indicador em quase 50%.

“O NEDOCS monitora o número de pacientes que entram no Pronto Atendimento, a permanência deles e quantos estão em Ventilação Mecânica. Quando iniciamos esse monitoramento no Pronto Atendimento, o NEDOCS era de 275 pontos, hoje estamos com 198 pontos. Por conta disso, conseguimos baixar o tempo de atendimento dos pacientes que dão entrada no Pronto Atendimento de 24 para 8 horas. Esse atendimento compreende desde a avaliação pela equipe de Acolhimento com Classificação de Risco até a definição de conduta pela equipe médica. A meta agora é diminuir para seis horas”, ressaltou Clara Leal.

Fonte: Semcom/PMT

Teresina

Firmino Filho entrega 600 certificados para alunos de cursos profissionalizantes

Redação Encarando

Publicado

em

O prefeito Firmino Filho, juntamente com Scheyvan Lima, presidente da Fundação Wall Ferraz, realizaram no final da tarde desta sexta-feira (23), a entrega de 600 certificados para os alunos que concluíram cursos profissionalizantes no primeiro semestre deste ano. A solenidade de certificação faz parte da programação do aniversário de 167 anos de Teresina, e foi realizada no auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), no Centro de Teresina.

Durante o evento, o Prefeito Firmino destacou a parceria com o SEBRAE e o Banco Popular, que irá abrir uma linha de crédito para os alunos do Projeto Qualificar para Empreender, realizado pela Fundação Wall Ferraz, com apoio da Secretaria Municipal de Economia Solidária (SEMEST).

“Este aniversário vem com um sabor especial, pois vivemos um problema gravíssimo em nosso país, é uma crise que atinge milhares de brasileiros por conta do fechamento de empresas, tornando mais competitivo a busca por empregos. Por isso esses cursos servem para animar os teresinenses s e dar a eles uma oportunidade a mais, para dribla essa imensa crise e levar sustento digno para suas famílias”, comentou Firmino Filho, parabenizando os alunos.

O presidente da Fundação Wall Ferraz, Scheyvan Lima, conta que a cada dia que passa a população tem lotado os centros de capacitações em busca de qualificação profissional. Para atender a grande demanda, a instituição tem trabalhado para aumentar o número de projetos e profissionais, a fim de não abandonar aqueles que lutam para realizar seus sonhos.

“A gestão pública de Teresina é exemplo para todo o país, por isso temos a responsabilidade de também de trabalhar duro para dar a atenção necessária para aqueles que lutam por empregos e cursos profissionalizantes”, afirmou Scheyvan Lima, aproveitando a oportunidade para dar à notícia da criação de 350 novas vagas de empregos através da III Feira de Empregos e Negócios da Fundação Wall Ferraz.

Entre os alunos que receberam os certificados de conclusão dos cursos, estava à cozinheira Suzana de Oliveira, moradora da região da Santa Maria da Codipe, e que recentemente se qualificou para trabalhar na área da construção civil. “Tenho que batalhar duro para manter os sete membros da minha família, por isso sempre que aparece um curso faço questão de participa. É através deles que hoje consigo dar uma melhor qualidade de vida para mim e aos meus filhos”, comentou.

Para saber sobre novas oportunidades de cursos, workshops e vagas de emprego, basta que o interessado acesse o site fwf.pmt.pi.gov.br.

Continue Lendo

Piauí

Criança de 4 anos cai de apartamento na zona sul de Teresina

Redação Encarando

Publicado

em

Na noite dessa sexta-feira (24), uma criança de 4 anos cai de uma altura de 15 metros de um apartamento no bairro Lourival Parente, na zona sul de Teresina.

A criança caiu em cima de uma caixa de ar condicionado, o que acabou amortecendo o um impacto da queda. A criança foi socorrida e encaminhada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Conforme o HUT, a criança sofreu um afundamento no crânio e nas próximas horas passará por um procedimento cirúrgico.

Nota na íntegra:

O HUT informa que a criança de iniciais J. P. L. F. C. de 4 anos já está recebendo o primeiro atendimento com realização de exames e medicação. A criança teve afundamento do crânio e assim que seu quadro de saúde estabilizar será encaminhada para o centro cirúrgico. Ela já está sedada e entubada e o seu quadro de saúde é considerado grave.

Continue Lendo

Municípios

Descaso: Após vistoria, vereadores denunciam precariedade do transporte e falta de merenda em escolas de Floriano-PI

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Comissão de Educação e Cultura da Câmara de Vereadores de Floriano-PI denunciou ao Ministério Público do Piauí (MP-PI) problemas relacionados ao sistema de transporte escolar e a falta de merenda, em pelo menos cinco escolas municipais, da zona Rural do município.

O grupo formado pelos vereadores Antonio José, Dessim, Bilú, Fábio Braga e Flávio Henrique, realizaram visitas em algumas escolas da região e constataram que pelo menos 300 estudantes estão sendo prejudicados com os problemas encontrados nas unidades escolares. Segundo o vereador, a situação foi relatada pelos próprios pais dos alunos.

“Nós recebemos essas denúncias dos pais de alunos há algum tempo e levamos à tribuna da Câmara, algumas vezes. Por conta da bancada de base da prefeito questionar a veracidade das informações, nós resolvemos fazer imagens e desenvolver um relatório para apresentar, mostrando que, de fato, existem problemas graves. São escolas do interior, nós não visitamos todas ainda e, mas situação na qual nos deparamos foi tão séria que decidimos apresentar na tribuna, mesmo sem concluir as visitas”, informou o vereador.

Após as vistorias, os vereadores elaboraram um relatório especificando a situação encontrada nas escolas e no transporte escolar e encaminharam o documento documento para o Ministério Público do Piauí, solicitando a intervenção do órgão para realização de melhorias no setor.

“Durante as vistorias, encontramos rotas que eram para ser realizadas pelo sistema transporte escolar, no entanto, não há ônuibus para pegar os alunos. Encontramos rotas onde o ônibus presta serviço, mas apresentauma condição muito ruim de conservação, faltando para brisa e oferecendo risco às crianças. Outro ponto verificado foi em relação a questão da merenda. Nós sabemos que essas crianças, por conta da distância saem cedo da manhã de suas casas e as vezes só retornam a tarde e, quando chegam na escola não tem merenda. A situação é bastante grave. E como nós trouxemos a tribuna e os vereadores da base apenas afirmaram que esse problema já era antigo e que já havia sido comunicado à secretaria de Educação e ao prefeito Joel, não restou outra alternativa a não ser encaminhar o relatório ao Ministério Público do Piauí solicitando que tomem as providências cabíveis”.

O vereador ainda apontou que, em uma das escolas, foi encontrado problemas em relação a estrutura da escola e a falta de acessibilidade para crianças portadoras de necessidades especiais que frequentam as aulas. Em um dos casos, uma professora chegou a relatar que ela mesma realiza a locomoção de uma aluna de casa para a escola, por conta que o transporte escolar não possui adaptação adequada. “A professora nos informou que ela mesma realiza o transporte dessa aluna, que precisa de condições especiais para locomoção. Além disso, ela ainda afirmou que, a escola não possui estrutura física adaptada para receber essa criança”, concluiu o vereador.

O secretário de Educação Municipal, Joab Curvina, disse que em nenhum momento os vereadores de oposição ou da base procuraram a secretaria para tratar sobre o assunto e também afirmou que o órgão não recebeu o relatório apresentado pela comissão acerca das visitas.

O que diz o Ministério Público

O promotor Arimatéia Dourado, representante do Ministério Público informou que foram instaurados dois inquéritos civis públicos para averiguar a situação relatada pelos vereadores.

“Foram instaurados dois inquéritos civis públicos, com base no que foi apresentado pelos vereadores, no sentido de averiguar a ocorrência de tais fatos que, em tese, viola os princípios da administração pública e pode gerar um processo de improbidade administrativa. Mas primeiro vamos realizar visitas as escolas e, depois procurar uma solução consensual do procedimento e realizar junto ao poder público a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), no sentido de solucionar a questão”.

Vídeos

Nas redes sociais, vídeos gravados por moradores mostram uma parte da situação relatada pelo vereador. Em um deles, um popular mostra as condições de um dos ônibus utilizados para transportar os alunos. Em outro, o relato sobre a deficiência do sistema de transporte.

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 99993-7330 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat