Siga as Redes Sociais

Piauí

PRF inicia as operações de final de ano nas rodovias federais de todo o Piauí

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia durante o mês de dezembro, as operações de final de ano. Estão integradas nas ações a Operação Rodovida, Operação Natal e Ano Novo, que têm como objetivo reduzir a gravidade de acidentes no trânsito e diminuir a criminalidade nas rodovias federais, concentrado nas ações de policiamento e fiscalização durante os feriados.

As atividades policiais se encerram às 23h59 do dia 01 de janeiro de 2020.

“Devido ao aumento no fluxo de veículos e de passageiros nas rodovias federais em função das férias escolares e das festas de fim de ano, a PRF realizará ações preventivas, em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, de acordo com as estatísticas, para reduzir a violência no trânsito e garantir mais conforto e segurança para os usuários da rodovia”, informa a PRF.

Serão utilizados durante as fiscalizações o etilômetro passivo (aparelho que verifica o teor alcoólico no organismo do condutor) para evitar embriaguez ao volante e contará com reforço no policiamento. Os policiais estarão atentos a ultrapassagens indevidas, falta do uso de equipamentos de segurança e condições de conservação dos veículos. Também haverá cuidadosa fiscalização aos veículos de duas rodas, que são os que ocasionam mais vítimas graves ou letais.

Como nos anos anteriores, o Cinema Rodoviário também será utilizado como ferramenta de educação, buscando conscientizar os motoristas sobre a importância de hábitos e atitudes responsáveis no trânsito.

As Operações de Final de Ano estão inseridas na Operação Rodovida 2019, a qual conta com a união de esforços dos Governos Federal, Estadual e Municipal para – além de garantir um trânsito mais seguro – tentar reduzir em pelo menos 50% o número de mortos e de feridos em decorrência de acidentes de trânsito, como consta no Pacto Nacional pela Redução de Acidentes no Trânsito – Pacto pela Vida, de 2011.

No Piauí, as rodovias federais que merecem maior atenção são as BRs 343, 316 e 135 devido ao grande aumento no fluxo de veículos nesses trechos durante os feriados. Em decorrência disso, a PRF alerta aos motoristas que trafeguem com maior cautela nessas áreas, lembrando sempre de dirigir com responsabilidade e conscientização, ações imprescindíveis para a construção de um trânsito mais seguro para todos.

A PRF ainda dá dicas para uma viagem segura:

• Revise o veículo antes de viajar. Verificar itens de segurança como: freio, óleo, faróis, lanterna, cinto de segurança, alinhamento, balanceamento dos pneus;
• Evite dirigir com sono. Caso sinta cansaço, encoste em um local seguro para descansar;
• Cinto de segurança é obrigatório para todos os ocupantes do veículo. No caso do transporte de crianças, lembre-se do dispositivo de retenção adequado à faixa etária;
• O mesmo para motociclistas: o uso do capacete de segurança é obrigatório tanto para o piloto quanto para o passageiro;
• Álcool e direção não combinam. Além de colocar em risco a própria vida e dos demais usuários da rodovia, o motorista que for pego dirigindo alcoolizado poderá ser preso em flagrante, além de pagar multa e ter o direito de dirigir suspenso;
• Ao passar próximo às cidades e perímetros urbanos, lembre-se de redobrar a atenção e reduzir a velocidade;
• Nada de pressa! Mantenha velocidade compatível com o fluxo geral dos veículos;
• Mantenha uma distância de segurança do veículo à frente;
• Pare no acostamento somente em emergências;
• A maioria dos acidentes costuma acontecer no início das viagens ou perto do fim dos trajetos, em estradas retas e em boas condições, portanto fique sempre alerta: nada de se distrair no celular!
• Em caso de qualquer problema nas rodovias (mau funcionamento do veículo, acidentes ou assaltos) ligue para o número de emergência da PRF 191 e uma equipe irá orientá-lo.

Piauí

Criança de 8 anos tentou salvar amigos de afogamentos na zona sudeste de Teresina

Redação Encarando

Publicado

em

Uma criança de apenas 8 anos presenciou os afogamentos dos amigos, João Miguel Nunes Vidal e Kenis José Ferreira de Araújo, na tarde dessa quinta-feira (05) no Rio Poti, próximo ao loteamento Manoel Evangelista, na zona Sudeste de Teresina.

De acordo com entrevista dada ao repórter Kilson Diones, para TV Meio Norte, a criança informou que João Miguel e Kenis José chamou ele para irem banhar no rio, mas ele não entrou no rio, porque a mãe dele não deixava. Pouco tempo depois, a criança percebeu que os amigos estavam se afogando.

A criança tentou ajudar as vítimas com uma vara, mas não conseguiu. Em seguida, buscou ajuda de adultos para tentar impedir os afogamentos. Infelizmente, as vítimas já tinham se afogado. Os corpos das crianças foram localizados na manhã dessa sexta-feira (06) por populares.

Continue Lendo

Piauí

93,33% dos hospitais estaduais não possuem alvarás de funcionamento, aponta TCE-PI

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Presidente do TCE/PI, Abelardo Vilanova. Foto: Divulgação/TCE-PI

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI) conclui o relatório geral consolidado da primeira fiscalização ordenada realizada em 30 hospitais estaduais na última quarta-feira (05). Os dados apontam um raio-x sobre a estrutura dos hospitais, os serviços e as condições de atendimento à população, presença de médicos e demais profissionais da saúde nos plantões, até a situação das cozinhas e alimentos, além das farmácias das unidades de saúde. Os relatórios específicos, que vão apontar a situação de cada hospital, estão em fase de elaboração.

O relatório geral aponta que 93.33% dos hospitais não possuem alvará de funcionamento do corpo de bombeiros e 86,66% não possuem alvará vigilância sanitária. 26,67% estão com os extintores de incêndio vencidos. Isso implica risco direto à segurança de pacientes e funcionários.

Também chamou a atenção o fato de que em 33,33% dos hospitais não tinham médicos de plantão no momento da visita da equipe do Tribunal. Em 46,67%, a escala de plantão dos médicos não fica visível ao público externo. Esse levantamento reflete na demora de atendimentos aos pacientes ou, em alguns casos, ao não atendimento.

Quanto às farmácias, o relatório revela que em 53,33% dos hospitais não havia farmacêutico responsável técnico no momento da fiscalização. Em 33,33% das salas de medicamentos não havia Termo-higrômetro, equipamento que mede a temperatura e a umidade do ambiente, informações indispensáveis para a conservação dos medicamentos.

Foram identificados medicamentos com prazo de validade vencido em 36,67% dos hospitais fiscalizados e em 16,67% ocorre falta de medicamentos com frequência.

O levantamento aponta ainda os dados gerais sobre estrutura e equipamentos e chamou a atenção o fato de 56% dos hospitais do estado não possuírem ambulância em bom estado de conservação.

O relatório completo é composto de 40 itens e será encaminhado aos gestores da Secretaria Estadual de Saúde para que adotem as devidas providências. Posteriormente o TCE/PI deve voltar aos mesmos hospitais para novo levantamento e comparação dos dados. Caso os problemas persistam, podem ser realizadas auditorias especificas. Além disso, pode haver reflexos no julgamento das contas da Secretaria Estadual de Saúde ou dos diretores dos hospitais, com possibilidade de reprovação e aplicação de multas.

FISCALIZAÇÃO ORDENADA – RELATÓRIO GERAL CONSOLIDADO

REGISTROS DOS ACHADOS EM CADA HOSPITAL

Entenda

Na última quarta-feira (06), cerca de 70 agentes de fiscalização averiguaram “in loco”, de forma surpresa e em regime de força-tarefa, a situação de todos os 30 hospitais estaduais localizados em 23 municípios do Piauí, simultaneamente. O TCE/PI é o terceiro Tribunal de Contas do país a realizar esse modelo de fiscalização, que já é utilizado em São Paulo desde 2016. O TCE de Roraima também iniciou as fiscalizações este ano.

As fiscalizações ordenadas são feitas de forma surpresa, executadas em regime de força-tarefa de forma simultânea, num único dia, utilizando toda a força disponível de trabalho de técnicos e auditores. 

Os agentes de fiscalização saem a campo para avaliar não só a legalidade, mas também a qualidade do gasto dos recursos em políticas e serviços públicos.

As ações consistem no deslocamento de agentes para inspecionar ‘in loco’ diversas áreas da administração pública, como transporte, merenda e material escolar; almoxarifado; tesouraria; creches; hospitais; unidades básicas de saúde; obras públicas; resíduos sólidos; segurança, entre outras.

Fonte: TCE-PI

Continue Lendo

Piauí

População de Teresina será ouvida para Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Renato Bezerra

A partir da próxima segunda-feira, 9, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai ouvir a população de Teresina em consultas públicas, que serão realizadas no auditório do Sebrae, centro de Teresina. Essas consultas fazem parte do Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável de Teresina (PDMUS).

A abertura acontece às 9h, com a presença do prefeito Firmino Filho, e terá apresentação de dados sobre o trânsito. No turno da tarde, das 14h às 17h, haverá um debate sobre transporte público urbano. Na terça-feira, 10, o tema em discussão é trânsito e sistema viário; à tarde a programação é com transporte ativo (pedestre e ciclistas). Na quarta-feira, 11, às 9h, o tema é sobre transporte rural, intermunicipal e interestadual e, das 14h às 17h, as discussões são sobre sustentabilidade (econômica, ambiental e social).

As consultas públicas fazem parte das fases de elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Sustentável de Teresina (PDMUS), que é o principal instrumento de planejamento dos sistemas de circulação e transporte de Teresina pelos próximos 20 anos.

O assessor técnico da Strans, Ricardo Freitas, adianta que a consulta pública é uma das etapas mais importantes nessa fase de diagnóstico. “A população vai ser ouvida para poder expressar as suas necessidades e a separação de temas é para que tenha mais participação”, diz.

O PDMUS irá abranger todo o município de Teresina, zona urbana e rural, considerando a inserção da cidade na Região Integrada de Desenvolvimento (RIDE) da Grande Teresina.

Fonte: Semcom/PMT

Continue Lendo
Acqua Blu

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat