Siga as Redes Sociais

Piauí

Com elevadores apresentando problemas, funcionários carregam pacientes pelas escadas no HGV

Redação Encarando

Publicado

em

O Portal Encarando recebeu uma denúncia de que os funcionários do Hospital Getúlio Vargas, em Teresina, estariam sendo obrigados a carregar os pacientes em macas de um andar para outro, através das escadas. Isso porquê, os elevadores da unidade hospitalar estavam sem funcionar.

De acordo com um funcionário, que pediu para não ser identificado, os elevadores estavam parados por apresentarem problemas por falta de manutenção. Segundo ele, o motivo é o atraso no pagamento da empresa que realiza o serviço no hospital.

Por meio de nota, a diretoria do Getúlio Vargas comentou sobre o ocorrido e informou que a falha apresentada era resultado de um ‘travamento’ nas portas dos elevadores. De acordo com eles, o problema já foi solucionado.

Leia a resposta!

A direção Administrativa do Hospital Getúlio Vargas (HGV) informa que os elevadores do Pátio Interno, que dão acesso às enfermarias do 1º e 2º andares, apresentaram problemas na manhã de domingo (28), mas o problema já foi solucionado. O coordenador de manutenção predial do HGV, Amâncio Júnior, diz que o problema apresentado era o de travamento das portas, mas que logo os técnicos responsáveis pela manutenção dos elevadores foram contatados e prontamente solucionaram o problema.

O Hospital Getúlio Vargas (HGV), é dinâmico, são atendidos todos os dias 800 pacientes, tanto no Ambulatório quanto no Serviço de Internação. Isso demanda um fluxo muito grande de pessoas circulando no Hospital, o que acarreta em alguns danos aos elevadores.

Assista ao vídeo!


Piauí

Bebê de 03 meses é a vítima fatal mais jovem do coronavírus no Piauí

Avatar

Publicado

em

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) divulgou nessa quinta-feira (24), que o estado do Piauí registrou em 24h, 12 óbitos e 598 casos da doença. No total, o Piauí contabiliza 93.399 casos confirmados e 2.085 mortes.

Dos 12 óbitos, três eram homens e nove eram mulheres não resistiram às complicações da Covid-19. Eles eram de Riacho Frio (81 anos) e Teresina (99 e 100 anos). As mulheres eram das cidades Itainópolis (35 anos), Padre Marcos (62 anos), Picos (76 anos), Pimenteiras (25 anos), Regeneração (55 anos) e Teresina (03 meses, 56, 62 e 68 anos). 

O bebê de três meses, que possuía cardiopatia congênita, é a vítima mais jovem do coronavírus no Piauí. Desde o início da pandemia 13 crianças e adolescentes perderam a vida para a Covid-19, as idades variam de três meses a 19 anos.

As 224 cidades piauienses foram atingidas pela pandemia. Os casos confirmados no estado somam 93.339. 

Continue Lendo

Piauí

Guarda Municipal Marcos Vinicius é velado com bastante comoção no Litoral do Piauí

Avatar

Publicado

em

O guarda municipal Marcos Vinicius Santos Cronemberger, de apenas 29 anos, que foi assassinado ontem (23) durante uma abordagem de trânsito, foi velado com bastante comoção na tarde dessa quinta-feira (24) na Pax União, localizada no bairro Nova Parnaíba, no município de Parnaíba, no Litoral do Piauí.

O velório e sepultamento de Marcos Vinicius foi marcado com bastante comoção e sentimento de revolta. O tenente-coronel Pacífico, comandante da Polícia Militar de Parnaíba, lamentou o fato. “Foi um crime cruel, que ele [suspeito] cometeu contra os nossos companheiros da Guarda Municipal. E uma resposta da Polícia Militar, ao clamor da população diante essa crueldade”, explicou.

O mototaxista Mário Verás foi preso e já tinha passagens pela polícia pelo crime de homicídio, por motivo fútil.

O jovem Marcos Vinicius foi sepultado no Cemitério Jardim Eterno.


Veja os vídeos!

imagens: carlos mesQuita
Continue Lendo

Justiça

MP-PI pede condenação do prefeito Gil Carlos pelo não cumprimento do piso salarial do magistério

Laurivânia Fernandes

Publicado

em

Foto: Reprodução/Facebook

O prefeito de São João do Piauí, Gil Carlos Modesto Alves (PT), está sendo alvo de uma ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da 2ª promotoria de Justiça da cidade. Na ação, o órgão pede a condenação do gestor por conta do não cumprimento do piso salarial do magistério aos professores contratados.

Segundo MP-PI, após a instauração do Inquérito Civil , verificou-se irregularidades nos valores dos vencimentos base dos professores de São João do Piauí, por não observância do piso nacional do magistério.

“A denúncia ao MPPI trouxe informações de que o município não pagava o piso salarial do magistério aos professores contratados de forma temporária, o que foi constatado pelos documentos apresentados junto à denúncia”.

De acordo com o promotor de Justiça Jorge Luis da Costa Pessoa, tratar professores de formas distintas e abaixo do mínimo da categoria vai de encontro ao princípio da eficiência. “Além de atingir a dignidade destas pessoas que merecem respeito, essa prática contribui para a deficiência do ensino público e por isso deve ser combatida, atribuindo a quem lhe deu causa a devida responsabilização”, afirma o titular da 2ª Promotoria de Justiça de São João do Piauí.


Diante da situação exposta, o Ministério Público do Estado do Piauí requereu a notificação do prefeito para, querendo, apresentar resposta escrita, em quinze dias; após, que seja recebida a petição inicial, citando-se a parte contrária para, querendo, contestá-la ; seja o Réu condenado em custas processuais e demais ônus da sucumbência; o Município de São João do Piauí deve ser intimado, na pessoa do vice-prefeito, para, querendo, atuar como litisconsorte ativo, passando a integrar a lide; a produção de provas, em todos os meios em Direito admitidos, em especial o depoimento pessoal dos réus e a oitiva de testemunhas.

Continue Lendo
Casas Duplex

Trending

Copyright © 2018 Encarando - Silas Freire. Todos os Direitos Reservados.
WhatsApp: 86. 98183-1178 / Fixo: 3234-9879
Email: encarando.com@gmail.com

WhatsApp chat